Imagens de acidentes de transito

Por que somos tão pudicos?

imagens de acidentes de transito

Todo ano é a mesma coisa, com a proximidade do carnaval algumas campanhas acabam aparecendo com mais frequência na TV. Campanhas que vão do incentivo ao uso da camisinha ao cuidado com o consumo de álcool, principalmente quando vai dirigir. Claro que sou a favor das campanhas, considero válida qualquer forma de educar.

Civilidade no transito, no entanto, é um assunto que na minha modesta opinião Zé Ruela, merece atenção especial no método educacional. Algo mais ao modo Laranja Mecânica do Kubrick, não é isso que tenho visto na TV.

No pouco tempo que dedico a ela, vi comerciais da atual campanha “se for dirigir não beba”, “bebida e direção não combinam” ou algo assim, todas subliminares demais para o meu gosto. Os comerciais chegam a ser bonitinhos. Não os acho adequados, mas esse é o jeito de se comunicar do brasileiro, que prefere uma abordagem menos chocante para as coisas. Sempre dizendo que podemos transmitir idéias sérias sem precisar apelar para o grotesco e coisas do gênero. Os comerciais parecem que foram bolados pela Luma, sempre educativa de forma suave e generosa. Temos Luma demais e Kubrick de menos.

Não sei quanto à você, mas eu não acho que deva ser assim com educação no transito, seja pra falar sobre álcool, velocidade ou cinto de segurança. Penso que tem mais efeito confrontar as pessoas com as tragédias do transito, em qualquer idade, mas principalmente se for jovens e adolescentes em idade de cair ao volante (com trocadilhos). E acho que isso pode ser feito com arte e maestria.

Coincidentemente, tenho guardado alguns comerciais do estrangeiro tratando exatamente desse assunto, civilidade no transito. Observem como eles vão direto ao ponto, como são objetivos, mostram as coisas acontecendo, as pessoas sofrendo, seja dentro do carro ou no tribunal. Mostram as consequências dos atos inconsequentes como elas são, porque assim faz as pessoas sentirem a experiência desagradável de morrer, de matar, de sofrer ou pagar por isso. Segundo os psicólogos isso é como a música “atirei o pau no gato”, serve pra construir uma memória emocional que vai evitar que o adulto mal trate os animais (deixo pra você os comentários sobre essa música). Vamos aos filmes, e se achar que pode valer a pena usar seu blog para educar mais que as TVs, pegue mais alguns vídeos do Y2Be e publique, pode ter certeza que eles farão mais efeito na galera que os filmes da TV.

Os Filmes Indicados

Bem dirigido aos jovens, esse comercial bem ao estilo Matrix (Andy e Larry Wachowski que se cuidem) fala sobre a importância do uso do cinto de segurança também no banco de trás, reparem como a gravação do vídeo é elaborada, coisa de cinema. Não temos campanhas assim porque custam caro? Tudo bem, cuidar de acidentados pelo SUS deve ser mais barato. Gosto da música, se souberem qual/quem é, deixem nos comentários.

vídeo com ótima direção (quero saber qual é a música)

Já esse tem enredo, tem história. Coisa de gente grande, para o sujeito bem sucedido que comprou seu primeiro carro e a startup tá fazendo sucesso, mas também é legal para o Playboy filhinho de papai. Parece um filme com Tom Cruise, Demi Moore e Jack Nicholson, entre outros, com direção de fotografia apurada e corte preciso, excelente pedida pra assistir com a namorada (não esqueça o presente do dia dos namorados).

vídeo sensacional (com história)

Surpreendentemente simples e objetivo. Esse filme vai deixar a sua cabeça cheia de outras cenas e lembranças que podem ser de você mesmo ou de seus amigos. Traz a realidade daquele profissional que será obrigado a “lidar com você” caso insista na burrice de beber e dirigir.

vídeo com final inesperado

Update em 12/12/2011: Vi no face do amigo Lula e resolvi que cabia neste, antigo e na minha opinião, atual post.

vídeo que mudou o comportamento australiano

About these ads
Marcado com: , ,
Publicado em variedades
19 comentários em “Imagens de acidentes de transito
  1. Carla disse:

    Júnior, acredito que brasileiro só aprende quando dói o bolso. Ou quando acontece alguma morte próxima.Infelizmente.
    Acredito que as campanhas, mensagens, todas são válidas, mas, para a maioria das pessoas, entre por um ouvido e sai pelo outro.
    E aí, elas só acordam quando estão num hospital, à beira da morte ou têm alguém nessa situação.
    Bacana demais os vídeos.
    Bjo.

  2. Douglas disse:

    Eu particularmente não acredito muito em comerciais. Por razão óbvia, acho que a ação por parte do governo faz o cidadão pensar mais. Como a lei seca. Ok, existe toda aquela lista de contras que aparentemente fazem dela uma lei inválida, mas (não sei se é porque as pessoas que eu mais tinha contato na época do início dessa lei comentavam demais e respeitavam tb) acho ela vem válida. Foi mais rigorosa que essas campanhas, comerciais e etc. Não tiro a importância deles, mas comigo não funcionam, até porque nem vejo tv.
    Abraço.

    É mesmo Douglas, existem as pessoas que pouco veem TV, você e eu fazemos parte desse grupo. Isso é um motivo a mais pra gente fazer campanhas nos Blogs, ;-)
    Abração

  3. Concordo muito com o que voce escreveu sobre a passividade e o jeitinho brasileiro de lidar com o lado serio da vida, principalmente com aqueles assuntos que ficam na linha do prazer x perigo. Infelizmente acomodamos demais, temos a passividade como regra de vida e o “entrega pra Deus” como lema de dia a dia. Se fossemos um pouco mais pro-ativos o Brasil seria bem diferente. Se, se…
    Esses comerciais sao super interessantes e mostram pura e simplesmente o que acontece na hora em que “da tudo errado”. Eu nao conhecia nenhum deles, mas sei que muitas vezes esse tipo de comercial passa nos cinemas, por exemplo (da vontade de sair da sala de cinema apos ver um filminho desse, mas a realidade e sempre dificil de ver, ne). Americano tem mesmo esse estilo direto (que muito brasileiro chama de grosseiro) de lidar com as coisas, mas pelo menos lidam, ne…nem que seja unica e exclusivamente na tentativa de economizar recursos ($$).

  4. raquel a. disse:

    convenhamos que, por mais que os acidentes de trânsito matem milhares de pessoas a cada ano, existe SIM um certo protecionismo em relação ao consumo dessa droga.

    comparando com o cigarro, que também faz muitas vítimas, as campanhas veiculadas seja na mídia ou nas escolas é pobre. fala-se muito cheio de dedos sobre os riscos de dirigir alcoolizado, sem cinto. já com os fumantes… você compra um cigarro e tá lá na embalagem um pulmão podre, uma perna necrosada, um feto no potinho…

    sou a favor de um outdoor bem grande com um fígado esponjoso. ou de um carro subindo na calçada, com pessoas mortas debaixo! é tipo tratamento de choque, sabe? porque lei seca diminuiu o número de acidentes? sim. mas o que tem de gente “dando sorte” por aí… vamos ver nesse carnaval! a skol, por exemplo, tá fazendo uma campanha super “o lance é pegar geral, encher a cara e ser feliz” e os idiotas, que já pensam assim, só se sentem mais impulsionados a repetir o feito! quero ver lembrar de camisinha e de pegar táxi nessas horas, cheio de cana nas idéias! AFF, desabafei!

  5. DO disse:

    Fiquei impressionado com os videos,JUNIOR. Nem sei o que comentar mais,mas certamente mexem com as pessoas.

    Abraços!!

  6. Tina disse:

    Oi Júnior!

    Nossa, bem fortes os vídeos, mas mostram a realidade, com certeza. Pena que a maioria das pessoas precisa “sentir” na pele primeiro, para depois agir. Pena mesmo.

    PS: Concordo com você, deveriamos falar mais nos blogs sobre o assunto.

    beijos querido e bom fim de semana,

  7. Cejunior disse:

    Os anúncios poderiam ter alguma imagem do tipo das que vem nas embalagens de cigarros, que incomodam mesmo. E a campanha tem que ser agressiva, senão a turma fica achando que é brincadeira.
    Lembro que a Polícia Rodoviária Estadual colocou uns carros estraçalhados em alguns pontos das rodovias do RJ (já tem tempo…) e foi o maior auê!
    Mas isso marca!
    Um abração.

  8. andre disse:

    sou um ignorante perto de 99% dos internautas – na minha concepçao os acidentes deveriam ficar como monumentos…os carros destruidos e os corpos embalsamados…no mesmo lugar…para esta cambada de imbecis darem um olhada nas cagadas que fazem e no que um belo corpo humano de transforma em um acidente. em Registro, um pouco antes de SP , fui a ultimas pessoa a falar com um motorista com a cabine do caminhao sobre suas pernas…era somente meio homem e morrreu olhando para mim e chorando implorando pelos seus filhos. por isso sou um radical. abraços.

  9. grace olsson disse:

    Junior, muitas vezes, doer no bolso nem sempre resolve e o melhor mesmo é partir para uma injacao letal e que massacre lkogo de cara e doa.Mas doa muito.Mas concordo, tbm, com o ANdré e o momnumento aos desvairados.
    Dias felizes.

  10. Lula disse:

    Quando bebo, não dirijo; quando dirijo não bebo. Não dirijo nunca, logo, bebo sempre.

    Mas o caso é sério. Seria bom que todos os incautos imbecis ‘se fossem’, mas sem levar com eles os inocentes, que são os que pagam caro pela imbecilidade deles.

    Abração geral pelaí, até no azulãoazedo.

  11. angelica disse:

    os videos que acabei de ler e incrivel demais so deixo um aviso se beber nao diriga

  12. Bruna disse:

    meus amaigos morreram por ser burros de beber e sai de moto

  13. francyele disse:

    oi que pagina horrivel tenho mais o que fazer

  14. francyele disse:

    oi que pagina horrivel tenho mais o que fazer agora e hoje para sempre

  15. neto disse:

    tenho uma moto mas tento ser o mais precavido o possivel
    quando saio pra beber a minha mulher e quem dirige
    nao quero causar prejuiso e nem trizteza pra nenhuma familia

  16. terezinha disse:

    Olha tenho muita pena de quem morre em trabalho como na estrada pq ném todos tem amesma sorte e quem somos nos para julgar nossos caminhoneiros …..ok.

  17. edivania disse:

    gostei disso

  18. Cléo Romero disse:

    Olha só, meu irmão morreu em um acidente de carro c/ 36 anos e deixou 3 filhos, o nome dele era JUNIOR, ja fazem 5 anos mas pra mim ele faz muita falta, era lindo feliz generoso e amigo d todo mundo, pra ele não tinha tempo feio,ajudava todo mundo,funcionários dele não passavam necessidade,mas ele gostava de velocidade e corria muito.não pósso ver acidente q chóro e sinto muita saudade d meu único irmão. Eu adorava ouvir essa música mas não sei quem canta nem o nome, procurei na internet depois q vi o comercial na matéria da igreja universal, gostaria d saber se fosse possivel alguém postar p/ mim. FELIZ ANO NOVO, sem velocidade e sem beber, por favor, é esse o meu pedido.

  19. os acdts estão sempre a frente do improviso, é uma terrivel coincidência ao destino traçado na vida das pessoas que neles se envolvem. Tarde-se-á as previsões daquilo que se pode acontecer, quando nós mesmos colaboramos para que estas tragédias continuem ocorrendo e ceifando tantas vidas e demarcando estátistícas assombrosas todos os dias de nossas vidas… Rezamos sempre para que estas coisas não ocorram com a gente….Lamento muito por todas essas familias que se incluem nestas tragédias …Sempre oro e peços muito por elas… Que Deus as iluminen e lhes deem forças para superá-las … Um grande abraço…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 37 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: