brasileiros e, brasileiros

Cansado de textos que você nunca tem tempo de ler? Pois bem, vou dar uma mãozinha pra você e mudar o tom. Vamos falar de coisas animadas e interessantes que podem, dependendo de quem estiver olhando, servir de exemplo não só de negócio, mas de espírito empreendedor.

A Criadora de Presentes me enviou as fotos (tiradas ontem em frente a casa dela) de um brasileiro lá do sul do país, e vejam que legal, ele é Tapioqueiro móvel há 3 anos. Inventivo e original, é um empreendedor caprichoso que investe em outros artifícios além da qualidade do seu produto.



Começou com uma Bike velhinha e agora, com os negócios expandindo para cidades vizinhas, precisou melhorar a locomoção do seu ponto-de-venda. A estratégia é inversa ao normal, à expansão se dará agregando um ponto fixo ao atendimento em domicílio, com planos de comercialização de água de coco e outros quitutes, além da bandeja de tapioca congelada. O crachá que você pode ver numa das fotos é a sua licença da inspeção sanitária, o que indica que ele não está na economia informal.



Eu adoro tapioca com queijo branco, eu mesmo fazia tapioca em casa pro café da manhã, cheguei a enjoar de tanto que comia a tal tapioca. Porém, a melhor tapioca que eu já comi foi da Tia Angelita, em Jericoacoara.

No sul é uma comida diferente e praticamente desconhecida. Para os padrões conservadores da região foi uma aposta ousada que deu certo. Eu imagino que as pessoas devam inicialmente chamar o Schroeder movidos pela curiosidade no empreendimento maior que pela tapioca, acabam gostando do lachinho e viram fregueses. Ele até pode dizer que a sua é a melhor tapioca da região. Eu mostrei essas fotos para a Valéria, e ela me disse: Isso não é no Brasil.

Mas onde está afinal, a grande sacada do Schroeder além da originalidade?
Ele Investe.

Investimento trás progresso, investimento trás crescimento e empregos. Investimento trás igualdade de oportunidades. Nós não vamos acabar definitivamente com a fome distribuindo esmolas, não é doando dinheiro que se promove distribuição de renda, é gerando empregos através de investimento. Bom, eu poderia falar por horas a fio sobre muitas coisas envolvendo esse assunto, mas vou parando por aqui porque eu comecei a falar grego novamente.

Anúncios
Publicado em brasil
44 comentários em “brasileiros e, brasileiros
  1. Ellen disse:

    Eu amo tapioca, é uma pena que engorde tanto… Gosto dela com coco e leite condensado, quentinha só com manteiga e um bom café, com queijo quente também é ótima. Ai, ai!
    E a inovação foi ótima eim, se tivesse um disk por aqui depois dessas fotos já estaria ligando.
    😉

  2. Claudio disse:

    Ahei o post bem interessante. Mas achei legal a forma que você colocou as fotos. Você usou algum programa para auxiliar?

    abração

  3. Diana disse:

    Oi ……

    Puxa…legal isso….só comi tapioca uma vez….
    E de que lugar do sul.????
    Que cidade….????
    Bjs….

  4. Valérie disse:

    Amo tapioca! Mas não sei fazer…
    Tapioca tem que ser quentinha feita na hora mesmo!

    E o cara é o senhor empreendedor. Notaram a gravata? Isso que é entender de empreendedorismo

    Respondi teu email, espro que não fique dúvidas!
    Beijocas

  5. Tuts disse:

    E tem gente que ainda diz que não tem trabalho… basta ser criativo!!!

  6. Roby disse:

    Oi Juninho..fiquei pasma que deu certo as vendas de tapioca no sul… que capricho do moço hein??
    Isso prova mais uma vez, que o que existe é COMODISMO da maior parte dos brasileiros…

    Sou gaúcha, e nuncaaaaaaaaaaa vi tapioca por lá, o povo nem sabe o sabor dela.
    Comi tapioca no Maranhão, é bem gostosinho..e com queijo é MÉEEEERAVILHOSO!

    Queria sabe qual cidade do Sul este moço vendo suas tapiocas.

    Abração amigo.

  7. Carol Linden disse:

    Adorei o tapioqueiro!

  8. Lino Resende disse:

    Junior:
    É incrível a criatividade dos brasileiros. Quando têm uma oportunidade, inventam algo, sobretudo para que possam sobreviver.
    Voltamos, no caso do combate à pobreza, da velha questão de dar o peixe ou ensinar a pescar. Acho que a segunda alternativa e melhor e transforma o cidadão.

  9. Caro Junior,

    Sim, eu sei que você irá votar no PSDB, mesmo que ele não apóie iniciativas como a do tapioqueiro que você mostrou no post, já que microcrédito nunca foi programa de governo de FHC. Acompanhe os empréstimos do Banco do Nordeste, por exemplo, e verá que a linha de microcréditos nunca foi prioridade.

    Quanto ao “conflito de classes” iniciado por Alckmin, no post deixo claro que não é possível dividir o país, por ele já ser dividido! O que Alckmin tentou, certamente apoiado pelos seus pares e marketeiros, foi querer afirma que o Sul “sabe” votar e os beneficiários do Bolsa Família (a maioria localizada no norte e nordeste) não. Desta forma, ele apostou que os ignorantes migrariam para o PSDB como uma medida “inteligente”, tal como o Sul. Os números provam o equívoco e o quão o PSDB está descolado da realidade do país.

    Não sei que economistas você anda lendo, se for o Luiz Carlos Mendonça de Barros, não vale! 🙂 Falando sério: sim, de fato não teremos crescimento vertiginoso nos próximos anos, mas isso independente de ser Lula ou Alckmin, como disse no post, nenhum dos dois (candidatos e/ou partidos) possuem planos de desenvolvimento para este país. Para que isso acontecesse seria necessário o estabelecimento de um contrato para com o povo e como vivemos num país de democracia apenas formal, certamente não acontecerá.

    Abraços!

  10. Lula disse:

    JR, tive uma festa beneficente sábado e domingo passados, no Perseverança, casa em que presto serviço voluntário. Pois é, minha barraca é de tapioca, cara! aproveito alguns intervalos pra fazer e saborear a que mais gosto, côco com leite condensado, pode? engordei 3 kgs, newfriendold, e to aqui lutando pra perdê-los. To procurando caminhar qdo posso, aliás passei aí pela Paulista noite dessas e até lembrei de vc. Precisamos tomar aquela breja, lembra? hehehehe.
    (Te prometo q vou ler e comentar o post anterior, juro!)
    Abraços no triangulo amoroso: vc, Bianca e ozzy.

  11. Luma disse:

    Nunca provei tapioca, imagino que seja uma panqueca branca. Vou provar!!
    Uma fatia do povo brasileiro vive no deserto, sem chance de trabalho, por isso o sucesso da bolsa família. Como arrumar trabalho para esse povo?
    A extinção do voto miserável, começa por ali. Mas o Lullinha não é bobo não é?
    Beijus

  12. Dani F disse:

    Seu Junior..o racional..adorei viu?
    Admiro a racionalidade nas pessoas..eu sou muito emoção…
    hahahaha
    E este seu tapioca é o cara..foi..e empreendeu..tá certo.
    Não gosto de tapioca..sei lá não gostei qunado comí na Bahia..será que é melhor?
    beijo

  13. Carla disse:

    Esse seu post me deu água na boca, Jr.! Como o Lula ja contou, nesse findi ele era a própria tapioca em pessoa…E, melhor ainda, por uma causa mais do que justa! E tô boba com a criatividade do cara, hein? Vou ter que me virar, porque agora, se não comer uma…Bjus.

  14. Alê disse:

    Cara! Eu usaria o mais conhecido termo: “sou brasileiro e não desisto nunca”.
    Salve a nossa criatividade!
    Beijos

  15. Bianca Elisa disse:

    E vejam só como eu conheci o Tapioqueiro: estava chegando no correio, para enviar mais um dos meus exclusivos presentes, quando vi essa figura incrível! Elogiei a criatividade dele na hora e claro, provei uma tapioca ali mesmo! Pedi para ele voltar no outro dia e passar na minha casa! Conheci um pouco mais da história do Schroeder e entre uma foto e outra, provei mais dois dos incríveis 54 sabores de Tapioca que ele prepara. Como pessoa criativa que sou, não poderia ter deixado de valorizar o MELHOR tapioqueiro de Indaial e região! Ele podia até fazer um uniforme especial com roupa de “Fritz” e chapéu de cabra da pexte hein? Sensacional seu post. TATT.

  16. Marcia Kawabe disse:

    Eu adoro tapioca, mas de preferência auqelas recheadas com coco e leite condensado. Vez ou outra eu sempre vejo um carrinho de tapioca perto do escritório, mas corro léguas dele, hahaha. Medo de engordar 🙂

  17. anny disse:

    olá menino =) primeiro eu leio seus post sim rum =?
    Segundo grande sacada do tapioqueiro movél ai,como Boa Olindense eu já comi as melhores tapiocas do mundo com recheios diversos ehehehe e quanto a falar grego entendi nas entrelinhas mais vai ficar pra 2010 pq nesta é Lula de novo rs beijos

  18. Flávio disse:

    Júnior, só como curiosidade, o que é tapioca pra vcs, aqui na Bahia nós chamamos “beiju”. Mas foi só pra complementar, mesmo; gostei do post e das idéias do cara. As suas ideias, normalmente eu já aprovo! 🙂

  19. Rapá, aqui em Copacabana tem um monte de Tapioqueiros, mas não são assim tão ciber-chiques não… são umas carrocinhas meio estilo pipoqueiro. 😉
    Eles fazem muito sucesso e tem sempre uma pequena multidão (isso existe?) em volta,esperando pra comprar uma tapioquinha. 😀
    Eu gosto de tapioca de Leite Moça, bem engordativa e calórica.
    Agora que já estou com um barrigão mesmo, entro diretio na tapioca.
    Atenção, eu disse TA-PI-O-CA ! 😀
    Adorei o post, é a minha cara, só que passado em outro lugar !
    Abç!
    JÔKA P. 🙂

  20. Não sei porque lembrei do Chacrinha, meu querido finado vizinho, segurando uma mandioca ENORME e berrando:
    ” VOCÊS QUEREM MANDIOOOOOCA !!!! ” 🙂 😀

  21. Nirvana disse:

    Ahhhhhhhhh eu quero tapioca!
    Eu simplesmente AMO!!!
    Sangue nordestino nas veias! rs
    Bjks lindinho!

  22. Ana Shirley disse:

    Vc mesmo fazia suas tapiocas!?
    =o
    gente como vc é prendado! huahua
    em toda minha vida confesso..nunca aprendi muito coisa na cozinha, mais garanto de fome não morreria, rsrs
    sabe o grande lance é mesmo o investir, a criatividad epor si só ñ bastaria se por tras do intento ñ houvesse uma estrutura atraente!
    =D
    bjus

  23. Flavia Sereia disse:

    Apesar de morar aqui no nordeste, nunca comi tapioca, é que não sou chegada a farinha hehehe

    Mas olha só que cara inteligente, gostei da iniciativa e do visual dele, muito chique rs

    bjs

  24. Douglas disse:

    Legal, e diferente, bem criativo o cara…
    Pena eu não gostar tanto de tapioca, mas achei um ótimo meio de ganhar a vida.

    Abraço!

  25. cilene disse:

    Eu adoro beju , que e como chamamos na minha terra, nordeste brasileiro, e bom demais…queria ser empreendora assimm…gente assim transforma qualquer coisa em lucra..bom fim de semana

  26. Gostei de tudo nessa foto, o lugar, o rapaz e a notícia .Eu não gosto de tapioca porque quando comi entrou no meio dos meus dentes.Então não arrisqeui mais. Mas quem é criativo vence mesmo.O resto fica esperando a AJUUUUDA do governo e do dinheiro público e ainda acha o esmoleiro formidável.

  27. Tina disse:

    Brasileiro é criativo mesmo, isso ainda nos deixa alguma esperança… Tapioca é muito bom.

    beijos querido e bom fim de semana!

  28. DO disse:

    Parabens,JUNIOR.
    pensamos exatamente da mesma forma. E este cara ai é dez,viu. Adorei a iniciativa.
    Abraçãoe otimo fds!!

  29. anny disse:

    Olá menino num postou ainda =(…adorei os elogios ehehhehe =* e não tem jeito a reeducação é eterna né hahaha ótimo fds viu beijinhos

  30. Olhos de Mel disse:

    Júnior! Deu vontade de experimentar, viu? Pensa aí que delícia feita na hora.
    Bom fim de semana! fique com Deus!
    Bjs.

  31. Aldemir Silva disse:

    Junior, vc precisa vir a Maceió… Essa semana mesmo fui à praia saborear uma tapioca de pizza(!) sob a luz do entardecer e sentido a brisa vinda do mar no rosto.

    Também nunca fui muito a favor de políticas assistencialistas. Vale lembrar que foi uma criação da direita (PSDB). Esse tipo de medida acomoda e tira a motivação do povo em, literalmente, correr atrás.

    É admirável a criatividade do tapioqueiro. Mas antes disso ele precisou do mínimo de cidadania. O que dizer dos que nem isso têm? Moro em Alagoas, um dos estados mais pobres do país. Já vi muita coisa… Principalmente no sertão e outras cidades do interior.

  32. Lara disse:

    OI migo…que coisa maluca hein? heheh gostei!
    Tipo, concordo qt ao que vc disse sobre colagens. Também não gosto de especulações mas achei aquelas bem apropriadas para o momento.
    O texto, é claro, tem seus exageros, mas em relação a informática posso te garantir que embora o Lula não tenha inventado o computador e a internet (como tb não inventou a corrupção rssrrs) ele tem reforçado bastante as bases para a inclusão digital no país como também trouxe maiores incentivos para o movimento do software livre que tem tornado o Brasil referência neste aspecto…
    Bem…de qualquer forma, como eu já disse, tenho que concordar um pouco com o seu comentário embora aquele post seja bem menos terrível do que as coisas que eu ando escutando de algumas pessoas…
    Agora sério, não citei vc no post de sacanagem não viu?Eu realmente acho que vc e um bom exeplo de pessoa crítica que expõe motivos relevantes(mesmo que eu não concorde com alguns) e por isso sou super fã do frigideira!
    Bj e Boa semana!!! 😛

  33. Lara disse:

    kkkkkkkkkkkkkkkk…que comentério enorme!!! 😛

  34. aninha-pontes disse:

    Pena que o exemplo, mesmo que seja ao contrário do que deveria ser, não seja seguido.
    Quem está interessado em crescimento neste país?
    Só nós mesmo né?
    Infelizmente, enquanto estiverem pensando e voltados para seu próprio umbigo, vamos continuar nesse marasmo.
    Bom, agora sou eu que está entrando no plano da linguagem grega, vou parando, senão já já estou falando, do quanto lamento, ter que aguentar mais quatro anos de paralisia total.
    Beijos

  35. Dricota disse:

    Nossa até eu comeria da tapioca dele, opa com todo respeito claro hehehe 😀

  36. Lu Brasil disse:

    Aqui em Belém esse tipo de “negócio” faz até lama…Ja ssinei o teu também, é assim mesmo, se tu entras no meu eu entro no teu, hoho.

  37. Lu Brasil disse:

    tá, a reciproca nao foi verdadeitra. deu erro no sage, o que houve? é pessoal?

  38. Paloma Garcez disse:

    Interessante! Bom fds pra vc!

  39. Santos Passos disse:

    Beleza, Junior. Beleza.
    Abração.

  40. cris disse:

    Te encontrei no blog da Criadora de Presentes. Ótimos textos.
    Aqui na minha cidade (Belém-Pará) tem tapioquinha nos lugaresmais inusitados, com todos os tipos de recheio: queijo cuia, geléia, cupuaçu, carne-seca, chocolate, manteiga, leite consensado…
    Não sou blogo, só leio!

  41. Dono do Bar disse:

    Não tem problema: criaremos o Bolsa Tapioca!

    Abraços, amigo. Estou de volta.

    DB.

  42. Krika disse:

    Brasileiro é mestre em se virar nas situações mais dificeis e adversas… no final palmas para nós… zapiando por ai nos blogs amigos vim parar aqui pra conhecer o seu… posso te linkar???

  43. Olhos de Mel disse:

    Oie Júnior! Que sua semana seja cheia de realizaões! Fique com Deus!
    Bjs.

  44. Marmota disse:

    Oi Junior! Fazia tempo que eu não passava aqui, desculpas pelo sumiço. Adorei o vendedor de tapioca ambulante! Realmente, pelas fotos, o sujeito conquistou o espaço dele com capricho e perseverança. Nem todo mundo prefere o caminho convencional, ficam maquinando formas distintas de fazer do jeito mais fácil… Grande abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: