os avestruzes vão à praia

Amanhã é o dia do feriado, que coisa maravilhosa de boa né?

Feriado as pessoas vão à praia, vão passear no parque, ao shopping, cinema, assistem filmes piratas do dvd e curtem com a família, a namorada. Fazem aquele churrasquinho de miolo de acém na laje tomando cerveja Cintra quente cantando José Pagodênho no dvdOkê comprado pelo dobro do preço em 24 parcelas lá nas Casas Bacia. To bonzinho hoje né?

Mas o bom mesmo – e isso ninguém discute – é ver o salário chegar inteirinho no final do mês, tendo trabalhado ou não.

Tem muita coisa que eu não gosto no brasil, o excesso de feriados é uma delas. Tem muita coisa que eu não gosto no brasileiropocotó, a ignorância (aquele que ignora é ignorante) que o permite festejar a quantidade de feriados é uma delas. Se para descrever genericamente o brasileiropocotó em uma única palavra eu só tivesse a disposição trabalhador e vagabundo, usaria a última.

Não sei ao certo onde foi que nasceu esse sentimento, mas somos uma sociedade de vítimas, onde o trabalhador é um coitadinho (você sabe a etimologia né, isso mesmo), cansado e explorado, injustiçado pelos bárbaros empresários vilões que enriquecem a custa da escravidão dos pobres e oprimidos. Ohh Senhor, quanta injustiça.

É curioso, mas o sujeito sonha com o emprego e quando o consegue comemora por não precisar trabalhar. Gente, essa mentalidade é muito antiga e não combina com o mundo em que você ta vivendo, nem o emprego, da maneira tradicional que você ta acostumado existe mais, ta na hora de você se modernizar, pense nisso.

Eu já falei muito por aqui que precisamos ser mais seletivos ao escolher exemplos para seguir. Em países desenvolvidos, os empregados recebem somente pelos dias trabalhados, férias em geral não são remuneradas ou são parcialmente. O 13º salário só vem em forma de bônus por produtividade, na pratica, só os mais produtivos ganham o bônus. Eu fui empregado por mais de 20 anos, nunca gostei de feriados e nunca entendi porque ainda temos uma lei trabalhista tão desigual na relação trabalho vs. remuneração, afinal, podemos até considerar os salários baixos, mas a quantidade de benefícios existentes para compensar isso é imensa. Na verdade eu sempre tentei renunciar a tantos benefícios, a minha parte em dinheiro, please? Nunca acreditei em previdência pública, por exemplo. Mas isso é um assunto complexo, merece outro texto só pra ele.

O meu problema hoje é o feriado, estou invocadíssimo com os feriados.

Mas não pensem que sou contra feriados, até gosto deles, desde que caiam no domingo. Feriados nos dias de semana são péssimos para todos nós, acreditem. Até você que usa a filosofia da vaca pro PIB pode acreditar nisso. Mas esse feriado de amanhã dia 15 até que é bacana, dizem que é o feriado da proclamação da republica, grande porcaria, veja no que deu a nossa republica, num monte de feriados. Mas vá lá, é um feriado cívico e o brasileiropocotó é de um civismo inigualável, é o povo mais patriota do mundo nos meses da tal worldcup.

De todos os feriados de novembro, e acreditem em São Paulo são 3 feriados num único mês, o mais bizarro pra mim é do dia 20, o feriado do Dia da Consciência Negra. Podem me quebrar de Frigideirada, mas eu exijo o feriado do dia da Consciência Branca, da Amarela, da Vermelha, da Consciência Indígena, da Consciência do cão Ozzy, e de todas as consciências que conseguir imaginar, deveríamos declarar um feriado dos Inconscientes também, ou dos Conscientemente Inconscientes. Um outro bom feriado poderia ser o da Sã Consciência, mas será que existe algum vereador em Sã Consciência, o que acham?

What a hell?
Como diz a minha sócia, é o fim do World.

Aos incautos, que fique bem claro que o signatário aqui, acha o Dia da Consciência Negra muito bonito, acho bacana e justo que se comemore seja lá que ráios queiram comemorar nesse dia. Mas daí a torná-lo feriado na maior cidade do país? Aí eu acho demais. Vamos trabalhar piiiiiiiiiii. Fui censurado por mim mesmo.

Já vereadora Claudete Alves do pt, responsável pela Lei do Feriado foi esperta (leiam mesmo esse texto, é imperdível, pra não dizer bizarro), ela submeteu o projeto num ano em que o dia 20 caiu num sábado, no próximo ano caiu no domingo e só no terceiro ano, a bomba. O dia 20 caindo numa segunda. Ela teve paciência pra esperar por 2 anos pra vadiar em plena segunda, já eu não consigo esperar até a próxima segunda pra descer a Frigideirada nela.

Antes de me chamarem de racista pensem bem, porque além de eu não ser isso aí, posso processá-lo por injuria. Se você está se rasgando de raiva por não poder me injuriar, de uma olhada nesse outro projeto da vereadora e reflita. Se não for suficiente, de uma olha no sensacionálico projeto de cidades irmãs.

Agora to pensando, comecei esse texto pra descer Frigideirada no brasileiropocotó cansado e coitadinho e acabei por expor a vereadora e alguns de seus brilhantes projetos, coitadinha dela, já foi até afastada acusada de corrupção, ela ficava com os salários dos seus funcionários. Talvez por achar que eles trabalhavam pouco.

Então vamos falar dos feriados, o que vocês acham deles? O que mais poderia ser feriado aqui na terra do guarani?

Anúncios
Publicado em brasil
47 comentários em “os avestruzes vão à praia
  1. Carla disse:

    Querido, eu não seria sincera se nao dissesse que gosto de feriados…É bom pra dar um tempo nessa vida louca, né? Mas, concordo com vc plenamente que tudo tem seu limite. Esse feriado do dia 20, aí da Sampa… Que todos comemorem o Dia da Consciência Negra, mas… precisava ser feriado? Chata, eu?Pode ser. Dias melhores virão. Bjus.

  2. Pati Haddad disse:

    O ano devia ser 2001. Eu, apenas uma então estudante de jornalismo, ávida por fazer uma matéria interessante sobre a homenagem que haveria ao Dia da Consciência Negra. O evento estava marcado ara o Monumento ao Zumbi, na av. Presidente Vargas, centro do Rio. E lá fui eu e uma colega, munida de gravador, papel, caneta e máquina fotográfica. Folgada que sou, já que minha altura de pouc mais de metro e meio me permite, indaguei a uma moça (negra) por que era necessário ser feriado no dia 20. A resposta veio em forma de um quase safanão. Graças à minha colega, o tapa não me acertou. Mas o gravador registrou a ira da moça. E foi isso.

  3. Valérie disse:

    Meu Deus! Vou ter que comentar por parárafo hoje! rsrsrs

    1º parárafo: a visão do inferno no pior dia do capeta!!kkkk
    ô louco!

    4ºparágrafo: empregado coitadinho para mim começou como uma defesa dos trabalhodores pós revolução industrial. Mais ou menos, “se tiverem pena de mim, será mais fácil de enambelar o patrão”.

    Senhora Vereadora: equivocada é pouco né? Se for para descer a frigideirada em vc, guarda um pouco para mim. Sou contra qualquer favoritismo discriminatório (quer maior discriminação que essa?) de cor de pele. Cor de pele não tem nada a ver com conhecimento, inteligência e capacidade.

    Para terminar, feriado é como tudo na vida: se demais, enjoa!

    Beijos

  4. Alê disse:

    Feriado! Oba! Coisa mais que maravilhosa de boa, sim.
    Beijão!

  5. Bianca Elisa disse:

    Feriados também não são bons para uma Criadora de Presentes. A produção atrasa, pedidos demoram mais para chegar no destino. Péssimo para a economia e para a ansiedade dos meus clientes. Mas seu texto também me fez lembrar que aqui no sul da terra do guarani, alguns feriados não são “comemorados”. O trabalho é quase normal em muitos setores da economia e considero isso interessante. Carnaval, por exemplo, não é uma festa com grande tradição para algumas regiões do estado de SC. Então, bora trabalhar! Mas encontrei uma coisa vergonhosa por aqui:o município de Piratuba, com seus 4.000 habitantes, consegue a proeza de instituir 5 feriados MUNICIPAIS. Empresas por lá são praticamente entidades assistenciais hein? Pra terminar esse “post”: Feriado de 25 de janeiro. Esse eu gosto.

  6. cilene disse:

    Junior o brasileiro, empregado, ganha tao pouco…que e muito triste a situacao de quem ganha o salario minimo..quanto e mesmo o salario minimo..350? sei que nao dar pra nada..acho que tem feriado demais…o pais deixa de produzir..e prejuizo pra todos…mas nao sei se podemos culpar os trabalhadores..? como vc disse sao os vereadores, deputados da vida que fazem esses feriados,mas eles ja nao trabalham mesmo

  7. raquel disse:

    nos meus últimos empregos não tinha essa de feriado, eu trabalhava sábado, domingo, natal, carnaval… chega uma hora que vc até quer aproveitar um pouco da farofa que rola, do churrasco na laje… mas por outro, você não é o único “alien” trabalhando, tem mais gente e isso te anima um pouco!

    o brasileiro não tem uma consciência muito bacana sobre trabalho e emprego e isso acho que é culpa um pouco das escolas e das famílias… a gente cresce vendo exemplos e acho que deveriam ser dados mais exemplos de profissionais ao longo da nossa vida! aqui em casa tenho dois que me inspiram nessa jornada! já não posso falar isso de outras famílias!

    o que eu mais gosto no teu blog é a liberdade que temos pra comentar aqui! vc começa falando de x e termina em y e nós leitores também! um beijo e bom feriado amanhã!

  8. anny disse:

    Bom eu não trabalho fora ehehe então feriado pra mim é indifierente mais feriado da consciencia negra? podia msm ter da branca dos gordos do magro e do raio que o parta né…decreta um pro ilustre cão ozzy e pq não? hahahha beijocas

  9. Matilda disse:

    E não é que é?
    Vamos trabalhar que o trabalho enobrece (ou empobrece?)o homem, a preguiça é a mãe de todos os vícios, mente vazia é a oficina do diabo, etc e etc…
    Feriado religioso não devia existir, o estado devia ser totalmente laico, quem tiver suas crenças que pesa dispensa nos seus dias sagrados.
    Mas já que amanhã é feriado, já varri a laje, o acém já está temperado, os cds do Olodum e do Araketu (sou do Ara, meu pai)no ponto, vou treinar a coreografia do carnaval, para não fazer feio na Barra, :).
    Beijos, :).

  10. Ghiza Rocha disse:

    Olá, obrigada pela visita e pelo elogio (foi um elogio não foi? rs* – brincadeira!) e sobre os feriados, bem,… que tal “Dia do Bloguista”?

  11. Lara disse:

    Creio que não para nos espelharmos em países desenvolvidos em certas coisas específicas…qd assim não somos hehhehe 🙂
    Bom feriado moço! Como tá o Ozzy?Publique notícias ok?
    Bj

  12. Pedro disse:

    Tá vamos lá, por partes como o Jack:

    1º Concordo plenamente que nós brasileiros somos “vagabundos”.
    2º Eu também não gosto de feriados, não muito, atrapalha meu trabalho e dos meus clientes, e dos meus colegas de escritório que são comissionados e tal. Se bem que nesse exato momento pra mim até que é bom, de um ponto de vista bem individualista, pq to atolado com meu TCC.
    3º Sou negro, me orgulho disso, e me considerava um ativista até ter que colocar outras prioridades acima da minha luta pra conscientizar negros, brancos japoneses, e qualquer outro raça de que somos todos iguais. Mas tbm não concordo que o Dia da Consciência negra seja feriado, esse dia serve para dizer a negros “-Olha você é igual a qualquer outra pessoa” e pra dizer a outras raças “Ei olha só que legal a minha cultura”, mas isso só vai fazer sentido depois que deixar de fazer sentido, quando meus filhos me perguntarem espantados, “-Sério que as pessoas se achavam diferentes ou superiores só por causa da cor da pele?”, isso já é outro assunto. De qualquer forma, não há uma justificativa pra que esse dia seja feriado.
    Quanto a vereadora dói-da-paçoca, sem comentários.

  13. Pedro disse:

    OPS!

    na verdade é vereadora “doida-da-paçoca”!…rs

    É que meu teclado é fanho

  14. Carla disse:

    Jr., brigada pela sua preocupação comigo. Às vezes, tem disso mesmo: não consigo me situar, fico querendo colo, o ar não vem. Mas passa, né? Obrigada por ser meu amigo (ainda que, por enquanto, virtual), e estar ao meu lado. Bjus.

  15. Lu Brasil disse:

    Olha, não sei se meu comentário como “dona e proprietária de negocio próprio” vale. Mas eu sempre achei meio absurdo esses feriados, temos um funcionário aqui que quando o feriado é na quarta ele tem o desplante de perguntar se na quinta e sexta vai ter expediente, ou seja pior que o feriado é o “enforca” que vem depois. Nem preciso dizer que el so vai durar até o final do mês, acho que ele não precisa exteriorizar tão fortemente QUE NAÕ QUER TRABALHAR NE? No feriado passado (nem tão no passado assim) a gente deu folga só a ele, quando chegou na segunda nós dissemos que apenas ele foi liberado já que ele não estava mesmo a fim de trabalhar. Odeio feriados mais do que nunca, já que só quem fica de bucho pro ar é minha babá e empregada enquanto eu me descabelo pra controlar casa-menino-marido (vendo uns dvds piratas)
    Nossa postei nesse coments, como somos mal amados, haha!

  16. Tina disse:

    Junior:

    Também acho que temos excesso de feriados. Deveria ser como em vários países do primeiro mundo: feriados contados e de preferência na segunda feira. Dou desconto para o Natal: acho que tem que ser no dia mesmo. Abril e Novembro são campeões, não? Adorei o post.

    beijos querido e naturalmente, bom feriado! (rs)

  17. Carol Linden disse:

    Ju, hoje vivo à margem do sistema.
    Nós, funcionários da KGB, não vivemos segundo os mandos e desmandos da justiça trabalhista brasileira. Não temos 13º, férias remuneradas, FGTS, não pagamos IR, INSS, sindicato ou coisa do gênero e nem temos os feriados comuns – só as “datas nacionais” e um ou outro feriado internacional esquizofrênico. De tudo, só sinto falta mesmo dos feriados, como você colocou, pela vagabundagem e pela chance de ir pro Rio ou pra Sampa. De resto, adoro tudo. Quem quiser que contrate uma previdência privada ou que faça um fundo de aplicação para estes momentos. E quer saber da maior? Tem muita gente que está aqui justamente pensando nessas “benesses”, porque o salário “bruto” é praticamente o “líquido” (exceto por um desconto de seguro de vida.
    Não é uma beleza? Mande o currículo do Ozzy pra mim que eu tento colocá-lo aqui.
    Bjs.

  18. Bruna disse:

    Junior, incrivel como a gente pensa igual! Sabe, eu gosto de feriados, mas tantos assim, me incomoda DEMAIS também. Por isso que brasileiro é pobre.

    Será que eu poderia copiar parte do seu texto para publicar no meu blog? Com os devidos créditos, obviamente.

    Beijos pra você…

  19. Sergio disse:

    Estou completamente a seu favor. Pois a maioria das pessoas quando estão desempregadas aceitam fazer qualquer coisa para conseguir um empreguinho, e quando enfim estão empregadas reclamam de trabalhar no sábado, domingo então é de jeito nenhum e quando vem um feriado na terça feira ou quinta querem emendar. Por mim deveriam extinguir-se praticamente todos os feriados, principalmente os religiosos, visto que o Brasil não tem uma religião oficial. Deveriam existir apenas um ou dois feriados ao ano. No mais os trinta dias de férias são mais que suficientes para se descansar.

  20. Claudio disse:

    Júnior, eu também gostaria de receber minha parte em dinheiro.

    E também brigo pelo dia da consciência branca, dia da consciência amarela, dia da consciência do arco-íris e dia da consciência da loira (tudo bem, isso é exagero, concordo).

    Suas palavras são perfeitas…… para um país sério com um povo sério. Enquanto isso não chega, bom feriado !!!!

    abs

  21. Coeli disse:

    Pra ver como são as coisas… Ontem estava em uma empresa prestando serviço e quando perto de sair falei que voltaria no outro dia (no caso, hoje), para terminar a instalação da CPU, visto que uma das placas estava defeituosa e eu precisava trocá-la.

    Quando me espanto vem a pergunta do funcionário: Amanhã? Tu vais trabalhar amanhã? Amanhã não é feriado?

    Sou tão contra essa questão de feriados que até esqueço da existência deles.

    É por causa dessa mentalidade atrasada que estamos como estamos.

    O único feriado que eu sou a favor é o Natal e mesmo assim por respeito aos outros, por que se dependesse de mim também não existiria.

    O resto é fuleragem, principalmente o carnaval, ai safadeza aumenta de um modo assustador. Onde já se viu parar um país durante uma semana para “brincar carnaval”? E ainda tem uns que dizem que o ano no país só começa de fato depois do carnaval. É de doer até o fio de cabelo. Não há como ir pra frente desse jeito.

    Nossa. Escrevi um livro 😛

  22. Junior, quase não tem vaga para comentar, mas vamos lá. Odeio feriados pelo mesmo motivo que vc. E imprensar feriados? Tem coisa mais pocotó que isso? E destesto essa política de coitadinho. Se o salário mínimo não dá complementa a renda com qualquer coisa. Procura que acha.
    O Ozzi vai bem? A Cristina fugiu da clínica e apareceu no estacionamento toda enfaixada. A veterinária apareceu para resgasta-la. Agora minha Cristina vai transar sem procriar. Oba! oba!
    Liliane de Paula

  23. DO disse:

    Fala a verdade,Junior,vc tava com a “macaca” ontem,hehehe.
    Eu assinaria embaixo de tudo que vc falou,mas uma coisa eu discordo: eu amo os feriados. Não,eu não sou vagabundo. Gosto muito de trabalhar. Inclusive se tiver algum emprego por ai,é so me avisar. Masssss,e sempre tem um mas,eu quero os mesmos direitos da politicalha. Semana de 3 dias,90 dias de ferias por ano. 14º salario,viagens e outras despesas pagas…e ainda faço um monte de lambanças e não presto conta por isto.
    Claro que é um exagero. Mas alguns dias de descanso em casa não matam não.
    Abraços e CURTA O SEU FERIADO,rapaz!!

  24. Herika disse:

    Opa, alguém falou em feriados absurdos? Acho que oJapão é campeão deles. Aqui folga no Dia do Idoso, Dia da Ginástica, Dia de Agradecimento ao Trabalhador, Aniversário do Imperador e o cúmulo: Dia do Verde. Ah… tem outros ridículos: Equinócio da Primavera e do Outuno. Quer mais? Dia da Cultura, Dia das Crianças (dos meninos, porque o dia das meninas se comemora mas não é feriado), Dia da Maioridade.
    E quer saber? Pra falar a verdade eu nem sei direito mais porque estou folgando, já parei de pensar nisso, apenas aproveito pra poder passear :p

  25. Kaya Barros disse:

    Oii Junior!! hahahaha, tava faltando um post desses! Realmente, temos mtooosss feriados no Brasil…!! Achei demais este aqui ó: Dia da Consciência do cão Ozzy.Rsrsrsrs!!
    Ahhhh ele merece né!! rsrs!
    Quanto ao excesso de feriados, já nem sei mais feriado de quê eu estou folgando hj! Nossa……. mas que coisa…rsrsrs (ah, lembrei!) :-p

    Então, lá vamos nós “comemorar” a ociosidade em mais um dia de feriado onde “comemoramos”… comemoramos o que mesmo??!hehe…
    Adorei o post! 🙂 Beijos***

  26. anny disse:

    olha eu aqui de novo rs hahha vim te desejar um ótimo dia e saber qual o dia do feriado do cão ozzy já decretou? o_o bj

  27. jan disse:

    Concordo com vc, Ju, em grande parte da sua argumentação. Mas não posso deixar de achar o brasileiro ingênuo. É, ingênuo!
    Ingênuo por achar que com todos esses feriados loucos a sua vida está melhorando, seu trabalho sendo reconhecido… Porque é essa a impressão que passa: de um dia de descanso e não um dia para REALMENTE falarmos da Proclamação da República; ou, ao menos, comemorá-la.

    Tb não conscordo com esse feriado do próximo dia 20. Acho palhaçada – posto que já temos um dia da abolição da escravatura, que tb é outra palhaçada, se estudarmos como se deu essa abolição.
    Ah, deu diarréia mental, já.
    Bejão!!!
    :*

  28. Jr., poderia ser decretado feriado nacional (ou planetário) no aniversário de Gigi, a minha mãe. 😉
    Obrigado por sua visita e o carinho da mensagem superbacana que deixou pra ela ! 🙂

  29. marina disse:

    hsuahsuhaushau

    dia de tomat cerveja cintra kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    essa foi a mais forte d hj!…rsrrs

    beijos

    adorei o post

    à lá Nitzche! hehehehe

    pessimsimo pouco ;e besteira neh!!!! XD

    te mais

  30. Ué, o nome da Gigi linkou automaticamente em um blog lindo, que valeu a pena conhecer. 🙂 Mas não é dã minha mãe não… é uma outra xará ! 😉

  31. Santos Passos disse:

    Como não trabalho em Sampa, não vou curtir esse feriado. Aliás, como tenho de produzir – e não realizar horas-bunda – costumo trabalhar em feriados. Hoje, por exemplo. O que não impede de fazer uma visitinha aos amigos.

  32. Flavia Sereia disse:

    Junior, uma vez uma amiga que mora em outro país, me disse que o brasileiro é mesmo preguiçoso, pois vão trabalhar já pensando no feriado. Ela disse que quem sai do pais e vai para outro para trabalhar e ganhar dinheiro, não pode se dar ao luxo de ficar em casa em feriados, alias para imigrantes não existe feriado em outros paises, pois mesmo assim eles tem que trabalhar. Ai penso, se o brasileiro fizer o mesmo aqui, trabalhar inclusive nas férias, pode ficar até juntar uma boa grana e nem precisar sair e viver como um ilegal em outro país. Mas quem vai querer?? e depois reclama!!!

    bjs

  33. Douglas disse:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, a vereadora é demais, só rindo mesmo…
    Demais o texto cara, é uma verdade, ô país mais vagabundo. Ou melhor, eu sou vagabundo. Se eu estivesse trabalhando ou estudando iria adorar o feriado, mas como pra mim todo o dia é feriado, então não faz diferença…

    Gostei do texto. Mesmo.

    Abração!

    OBS: O último link da vereadora, sobre ser afastada do cargo por corrupção não abriu aqui.

  34. Roby disse:

    Juninhoooooo calmaaaaaaaa..rsr
    Tô sentindo mesmo tua íra contra a quantidade tremenda de feriados aí no Brasil..
    E não te tiro a razão..coisa absurdaaaaaaa isso, e quando eu falo que brasileiro é brasileiropocotó, me fazem narizinho e dizem o diabos nas minhas costas..
    Ahh tenha dó né??
    Gostar do Brasil é uma coisa, mas aplaudir a BURRICE do povo é outra.
    *
    Olha só, meu marido Peter, leu aquele teu artigo sobre pirataria (DVDs, CDs..etc..) ele te aplaudiu em pé visse??
    Ele gosteu imenso do teu blog..e te elogoiu pra caramba, disse que tu tens o dom de ser irreverente nos textos, porém de uma sabedoria invejável.

    Bjusssss amigo.

  35. Bianca Elisa disse:

    Baseado em fatos reais: pedreiro chega para o mestre de obras e faz a seguinte sugestão: que tal a gente trabalhar segunda e terça, folgar às quartas, e depois retomar o trabalho de quinta a sábado. Intrigado, o mestre de obras pergunta o que motiva o pedreiro a pensar assim. Eis que ele diz: É porque na semana retrasada, tinha feriado no meio da semana. Essa semana também tem feriado…então o senhor vê, agora eu tô acostumado!!
    Pois é. Agora ele vai ficar acostumado a não trabalhar mais nessa obra. Ex-pedreiro.

  36. Diana disse:

    Bom dia…..
    Vão me malhar…..sei que vão….mas o tadinho que trabalha no solzão…..de 7 as 6……comendo ovo e farinha na mamita…e olha que tá cheio desses……eles merecem os feriados sim….
    Agora esse lance da consiencia negra….etc…
    Rss..
    Bjs…..

  37. Dono do Bar disse:

    Não sou contra os feriados. Só acho que não deveríamos ter tantos assim. Para os que trabalham, repito: para os que trabalham, um feriadinho assim cai bem.

    Relax, baby.

    Abraços.

    DB.

  38. Luma disse:

    O Estudante é a única profissão no Brasil que cumpre corretamente a carga horária a que se propõe. Pois faria um projeto de lei, perdoando os feriados, mas que o trabalhador ressarcise o empregador pelas horas que deixou de trabalhar. Podendo, por exemplo, fazer horas extras compensatórias.
    Daí sim, ninguém seria prejudicado.
    Beijus

  39. Luciane disse:

    Oi, Júnior! Obrigada pela lembranca. Tô escrevendo o meu trabalho de conclusão, por isso não tenho tido tempo pra mais nada, nem pra blogar.
    Eu concordo com muita coisa que tu escreveste, principalmente com “auto-vitimizacao” brasileira. Acho que isso tem a ver com o fato de sermos um país católico. Nos países de tradicão protestante isso não existe.
    Já trabalhei no Brasil, na Suécia e quando estudei na Inglaterra também trabalhei um pouco vendendo bilhetes de parque – chato pacas. Com toda certeza aqui na Europa não há tantos feriados quanto no Brasil, mas no Brasil a gente trabalha MUITO mais. Aqui, se tu trabalhas 8 horas por dia, não trabalhas um minuto a mais além disso. No Brasil, quanto menos qualificado o servico, mais tu trabalhas além do horário normal e geralmente sem remuneracão extra. Talvez acabe ficando elas por elas, com o desvantagem para o brasileiro no quesito salário.
    Abraco pra ti e pro lindão do Ozzy.

  40. Lino Resende disse:

    Junior:
    Há alguns anos tentaram limitar os feriados, nada adiantou.
    Você tem razão. É um festival.
    Só não conocordo quando você diz que o brasileiro não gosta de trabalhar. Não acho isso.
    O que existe é o vício do feriado.

  41. cilene disse:

    Passando para deixar um abraco.

  42. Rafaela disse:

    Achei barbáro o seu texto, porém não concordo em ridicularizar o brasileiro, sorry! mas quando tratamos profissionais como “idiotas” é assim que eles vão se comportar, e aí se enquadra tudo o que vc falou sobre 13º salário pros produtivos e pros não, IR e tudo mais…
    Agora, confesso que eu a-do-ro feriados, adoro ficar em casa de papo pro ar igual aos governantes que a maioria do povo do meu Brasilvaronil elegeu, rs. É isso!

  43. Como sempre trabalhei por conta própria e nunca recebi salário pago pelo contribuinte não faço parte desse gênero de pessoas e nem sei se existem . Entretanto eu acho que é preciso comemorar determinadas datas porque fazem parte da construção de uma nação.A proclamação da república, embora tenha sido mais um ato da elite nacional sem a participação do povo, marca um momento histórico.Mesmo que não haja comemorações fantásticas chama a atenção para a data. É claro que para os que não estudam e nem sabem o quê é república não faz diferença e vira somente dia de vagabundagem . Mesmo assim eu acho que o ser humano não nasceu para apenas produzir para o patrão e não viver a vida sem descanso.Está provado que uma epssoa que se diverte e está descansada produz mais para gerar riquesa para o patrão e para os ladrões da nação.E consumir de forma capitalista.

  44. Chico disse:

    Fala Jr,

    Rapaz.. Falar mal de feriado é pedir pra levar frigideira na cabeça. Justo no dia do feriado peguei um taxi e comentei com o tiozinho sobre isso.. Eles têm mania de puxar assuntou assim comigo.. Daí eu respondo e se não me armar com meu escudo anti frigideira, levo uma no meio da testa…

    Nós temos feriado demais. Pior do que isso, é ver que elegemos pessoas capazes de imaginar ser a função de político defender feriado.. Nunca vi nenhum deles defender o fim de feriado.. Vc´já ?

    Passei a semana longe do blog, mas tô de volta.. Bons temas os seus.. vou lá no próximo..

  45. […] Acontece que os otimistas de plantão falam isso o ano inteiro, no Natal, no Ano novo, nas festas juninas, falam isso a cada feriado que teimam em prolongar por vários dias. O problema é que eles esquecem dos problemas e depois que as festas acabam não lembram mais. Puff, acabaram-se os problemas. E claro, nada se resolve. […]

  46. […] Ainda falando sobre assuntos feminísticos, teve muita gente que votou no Enéas, agora que ele abotoou o paletó a sua suplente assume o seu lugar, ela só teve 3.980 votos e tem cara de areia mijada e nem ao menos pertence ao partido do defunto, será que vai dar chilique? Ela lembra-me outra mulher, a vereadora da consciência negra. Deprimente, quero fugir. […]

  47. […] avestruzes não vão à praia 19Nov08 Em 2007 escrevi sobre o feriado da Consciência Negra em São Paulo, e sobre as justificativas da vereadora Claudete Alves do PT de lá, autora do projeto. Agora volto […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: