confisco da poupança em 2007

Como eu falei pra Bruna hoje por e-mail, existem pessoas que escrevem com o coração, umas com a razão, outras com a emoção; os que eu conheço, o fazem muito bem, eu nunca chegaria nem perto. Geralmente escrevo com a bílis. Estou até fazendo uma pesquisa e gostaria da participação dos queridos leitores, eu escrevo sobre o natal, ou não?

O assunto hoje é outro, de tempos em tempos surge um debate saudável sobre os hábitos de leitura do brasileiropocotó, sobre como ele lê pouco, e lê mal. Também estamos acostumados a ouvir que as pessoas enxergam nas coisas aquilo que elas querem ver.

Fato é que o brasileiropocotó médio em geral é tosco, mal informado e displicente. Não se preocupe, essa é uma teoria minha e não de algum renomado estudioso ou intelectual, é coisa da minha cabeça mesmo, desse Zé Ruela que voz escreve. O problema é que tem cada vez mais pessoas, por vez ou outra, corroborando com essa minha teoria. Eu explico.

Eu falo muito sobre o brasileiropocotó não ter interesse por política e isso pode cansar os leitores, de fato eu deveria até abandonar esse assunto pois ele nem é o que mais me assusta.

O que me põe medo mesmo é que de carona com a política, perde-se também o interesse pela administração pública, em entender como estão conduzindo os nossos interesses, como se escrevem e aprovam leis que fazem a maior diferença no nosso dia-a-dia. O pocotó médio simplesmente não entende como somos administrados. O maior mal da nação é a falta de conhecimento e envolvimento do povo na administração dos seus interesses públicos. Opinião bem pessoal, claro.

Mas toda vez que eu falo sobre a incultura pocotozense, uma legião de pessoas justificam dizendo que a maioria da população é assim porque não tem acesso a cultura, porque não tem acesso a informação, porque a estrutura educacional é falha, porque os governantes querem perpetuar a alienação geral e coletiva. Falam como que se eximindo completamente desse contexto. E eu fico aqui pensando “Sim é verdaaade”.

Compreendo que as pessoas sem acesso ao mesmo nível de informação que nós, usuários de internet, leitores de jornais, revistas veja, isto é, carta capital, whatever; compreendo que essas pessoas deveriam ter um poder de compreensão melhor. Que maravilha, esses tiveram oportunidades.

Entretanto, não é isso que essa notícia mostra. Ela fala sobre a repercussão de um texto que tem rodado as caixas de e-mail de muitos cidadãos como os do parágrafo acima. O texto fala de um projeto que instituiria a tal “Poupança Fraterna”, que foi proposto na câmara dos deputados, lá na famosa Brasília. Acontece que um grande número de pessoas do parágrafo acima não sabe nem a diferença entre autor e relator, não entendem o que lêem e a maioria nem sequer lêem, ao invés de entenderem, saem distribuindo seu pânico em baldes de e-mails. Fizeram a maior confusão sobre o confisco da poupança em 2007. Faz me rir.

Depois reclamam que os políticos nos fazem de gatos e sapatos. Dizem ter vergonha dos políticos. Já eles poderiam ter vergonha da capacidade intelectual do povo ou simplesmente rirem da nossa ignorância média. Não somos páreos pra sabedoria deles, eles sabem ler um texto que rege o nosso destino, nós não. Somos palhaços dançando conforme as suas canetas porque somos analfabetos funcionais.

Eu também sempre digo que, a exemplo da França, os nossos governos vêm adotando políticas sócio/econômicas que estão achatando as classes, estão jogando a classe média para junto da classe mais baixa ao invés de o contrário, que seria mais sábio, ou não?

Mas eu tenho ainda outras teorias, não se surpreendam, sou cheio delas.

Uma das minhas teorias é que esse pode ser um perfeito exemplo do contrario, pode ser que tudo esteja correndo bem, é a inclusão digital acontecendo afinal, os analfabetos funcionais estão conectados a internet, com contas de e-mail, se informando e compartilhando o conhecimento adquirido com os da sua espécie, que ao contrario do que seria lógico, não estão em extinção.

14/11: Pronto, eles dobraram seus salários. Feliz Natal brasileirospocotó, comemorem felizes as festas de final de ano, estamos mesmo cheios de motivos.

15/11: Vocês sabem o que é a Câmara dos Comuns Inglesa? É o parlamento mais antigo do mundo, aquele em que o Tony Blair vai constantemente defender as suas decisões de governo, é bonito de ver. Pois bem, os parlamentares ingleses ganham R$254 mil cara um por ano, os nossos R$367,5 mil. A verba mensal para pagamento de funcionários por lá também é menor, R$30 mil contra os nossos R$50 mil. O custo anual por parlamentar da Câmara dos Comuns é de R$3,2 milhões, o nosso custo anual por parlamentar é de R$6,2 milhões. O PIB per capita da Inglaterra é de US$36,7 mil/ano, no brasil temos US$5 mil/ano. Para aqueles que se deleitam em falar mal dos estadunidenses, os parlamentares deles ganham menos que os nossos, tá?

Querem mais uma? Eu sempre falo que os Chilenos e Argentinos são mais evoluídos que os brasileirospocotó, principalmente no que diz respeito à cidadania, pois bem, a despesa total mensal dos deputados federais argentinos, incluindo verba para viagens e salário dos funcionários, é de R$11,7 mil, tá?

E para aqueles que resolverem discursar sobre o aumento do salário mínimo versus o aumento dos deputados, lembrem-se que o problema do aumento do mínimo está na previdência privada, porque o governo não tem dinheiro para pagar o aumento aos pensionistas, vocês conseguem entender isso? Leiam o update desse texto antes de fazerem seus posts.

Então, vocês sabiam que se tiver bastante pressão popular os nobres deputados podem voltar atrás no aumento? Que tal se nós nos uníssemos em algum local da Avenida Paulista no próximo domingo com cartazes contra o aumento?

Anúncios
Publicado em brasil, cultura, política
33 comentários em “confisco da poupança em 2007
  1. Oi Junior,

    thanks pela citação. Eu provoquei sua participação na enquete porque um comentário seu vale um post. 🙂 Você sabe colocar quem é quem no lugar que merece, com uma finesse de dar inveja! apesar da bilis …

    Tem razão sobre o brasileiropocotó, é sempre a mesma parada. Vivaocarnavalvivaofutebol e já tá bão.

    Se confiscarem a minha poupancinha, adiós último semestre em Lisboa. Tô juntando os centavos, me privando de muita coisa pra conseguir o diploma.

    Beijos

  2. Dani F disse:

    Amigo..
    Hoje não vou tecer nenhum comentário sobre o post. Não vou ser inteligente,ne, sagaz.hahaha Vou te dar uma aula de Lídia Brondi.
    Vc deve ser mais novo que eu então? Não viu a novela global, Vale tudo?
    Pois bem.
    Sinopse:
    A jovem e ambiciosa Maria de Fátima (Glória Pires) tem a certeza de que a honestidade, no Brasil, não vale nada. Sem pensar duas vezes, ela vende a única propriedade da família, uma pequena casa em Foz do Iguaçu, deixando a mãe, Raquel (Regina Duarte), no olho da rua. Sem dar satisfações, muda-se para o Rio de Janeiro, com o intuito de ganhar a vida como modelo. Na cidade grande, envolve com o mau-caráter César (Carlos Alberto Riccelli), que a incentiva a conquistar Afonso Roitman, filho de Odete Roitman, aquela de quem matou Odete Roitmann?, (Beatriz Segall) e dono da grande fortuna dos Roitman. Traída por Fátima, Raquel também se muda para o Rio, onde conhece Ivan (Antônio Fagundes), o homem por quem se apaixona. Mãe e filha tentam então a sobrevivência na capital, cada uma à sua maneira. Raquel, humilde, honesta e trabalhadora, passa a vender sanduíche na praia, enquanto Fátima, depois de muitas armações e maldades, consegue casar-se com Afonso. Mas o destino irá confrontar as duas.

    Personagem de Lídia Brondi: Solange. Lídia é mulher de Cassio Gabus Mendes, ator e filho de um escritor e irmão do outro gabus Mendes, Tato(tá na novela das 8) Mando um link com uma cena de Lídia Brondi com Glória Pires em Vale Tudo-188-1989 (Janete Clair)

    hahahaha
    Um beijão…qualquer coisa grita que a faxineira vê novela..hahahaha

  3. Marina disse:

    É, Júnior, você tinha razão!
    Foi só ler essa notícia do aumento que o “saco cheio” passou! Pelo menos tenho descoberto que blog é bom pra desabafar!

    Beijos,

  4. Eu já lutei muito pelo país e pelos direitos dos cidadaos.De muitas formas.Até me prejudicando. Hoje eu me arrependo.É preciso saber perder.Moramos em um país onde os cidadãos escolheram estes caminhos.Eu não vou ficar me amofinando pq sou a minoria. Lutar contra SP e seus milhões de eleitores e sua força econômica é praticamente impossível para quem vive no ES.Por conta disso o nosso governador preferiu manter-se alheio ao governo federal e está contruindo um lugar melhor.Mesmo que gente de fora venha cá e encha de defeitos tudo o que vê porque tem gente que não aceita uma civilização brasileira e os costumes daqui .Para mim ele devia ser o próximo presidente mas pergunta se SP deixa?

  5. Desassistidas disse:

    É realmente esta difícil comemorar algo, até o natal vamos ter que engolir a seco.

    Este nosso pais não tem mais jeito.

    Adorei o seu blog.

    Abraços!

  6. Evilasio disse:

    Cada povo com a politica que merece… Ainda acho que estamos é bem. Pq, se depender desse povinho q habita essa terra, carnaval era a única coisa q valeria…

  7. Andrea N. disse:

    To aqui no trampo e nao da tempo de discorrer muito, mas concordo contigo, sim.

  8. Phillipe disse:

    Esse update não podia ser mais brochante. Enquanto o salário mínimo “sobe” de 20 em 20 reais, eles dobram o salário deles (de cinco dígitos, diga-se de passagem) porque estão afim e não têm que dar satisfação à ninguém… Em troca, prometem cortes que nunca vão acontecer e a gente não pode fazer nada. Ou pode? Nah, isso depende da maioria dos brasileiros. É… esse país não tem mais jeito.

    Abraços!

  9. NEGÃO disse:

    Já cheguei a conclusão de que esse papo de “o brasileiro é um injustiçado” é pura cascata. O brasileiro, em geral, principalmente nas classes menos favorecidas, é muito acomodado, isso sim. Nenhuma elite, nenhum político tem força contra um povo unido, em prol de seu bem estar e de seus direitos, principalmente. Qual é o grande mote agora? Viver de Bolsa Família, é claro! Portanto, pra que trabalhar? É mais fácil viver às custas do governo. Portanto, se não entendem o que lêem, não o fazem porque não querem aprender, não querem saber!

  10. Lula disse:

    Hehehe…escreve com a bílis?
    Um dia eu vou escrever assim como vc então, já que meu fígado ta que ta.
    Brasileiropocotó que sou confesso que ja fui mais interessado em leitura, agora não tenho tempo (é desculpa, eu sei).

    Gostei demais do update.

    Abraços amigão.

    Desculpe não ter vindo antes.

  11. Julia disse:

    Seu post é muito interesante e bem realista sua comparação da situação vivida pela classe media Brasileira e a “classe que não é mais media” na França.O regime Socialista a forte tendencia Estaliniene é a causa da fabricação de pobreza e miseria aqui na França.No Brasil não sera diferente…Os coitados dos Franceses ja estam coagidos pelo sistema socialista tendo uma vida de muito SACRIFICIO QUE O TEMPO NEM ISSO ELES ESTÃO TENDO, ATE MESMO PRA REAGIR, ALEM DE NÃO SEREM OBRIGADOS A VOTAR…Os Brasileiros tem mais tempo…,são obrigados a votar e NA HORA DE VOTAR, nem dão A MINIMA atenção AO QUE SE PASSA no cotidiano !ESQUECEM QUE O RESULTADO DA URNA VAI INFLUIR na propria VIDA DELES DURANTE O MADATO DE QUEM FOI ELEITO! Pode ser que a negligencia Brasileira vai continuar ENQUANTO os creditos PRA CONSUMO FUNCIONAR.Mas se de repente o consumo PARAR PORQUE OS CREDITOS se tornam muito dificil de ser adquirido, RAPIDAMENTE, o CAOS entra em ação, AI NESTE CASO, PODE SER que COMECEM o PROCESSO, DE DAR MAIS IMPORTANCIA PRA VERIFICAR BEM EM QUEM VOTAR!…Pessoalmente, acho que nos blogs, pode existir uma esperança de SACUDIR reação dos Brasileiros, que ainda estão INERTE ao que se passa no mundo!Quando se vê como esta no mundo…, rapido pode ser que a conciencia DO CIDADÃO se acorde pra compreender que temos riquezas que deve continuar nas nossas posses…Teria que existir mais comunicação com a classe pobre e classe media brasileira.Os pobres brasileiros eu sei são ORGULHOSOS e dificil por serem analfabetos ou iletrados.Mas a classe media que tem o minimo de estudo e compreensão de como é a situação da responsabilidade do voto,ESTES BRASILEIROS é que poderiam se doar pra ajudar os analfabetos a compreenderem o lado administrativo que INFLUE na vida de todas as classes socias do Brasil.

  12. Marcos disse:

    Tem um outro fator, que esperava que você tocasse: o vandalismo internético. Assim como as falasas informações sobre a tal poupança, várias outras se espalham em forma de corrente. Algumas com interesses escusos (político-eleitoreiros, comerciais,…) e outros por pura sacanagem. Neguinho distorce uma informação real e lhe dá o formato mais esdrúxulo que se possa imaginar, as tais teorias da conspiração, e os tais analfabetos funcionais aceitam mastigadinho e espalham como verdade absoluta. Enquanto isso o vândalo se regozija vendo seu boato tomar forma de notícia e ri da cara dos otários.

  13. catatau disse:

    Olha que esse problema de analfabetismo funcional é sério… estamos formando pessoas assim, analfabetas funcionais, e com curso superior

  14. Jr., já não vou nem mais às reuniões de condominio de meu predio de tanto saco cheio que estou. 😦
    Sou pocotó pocotó pocotó pocotó pocotó pocotó pocotó pocotó pocotó pocotó pocotó pocotó pocotó pocotó pocotó pocotó pocotó pocotó … 😉

  15. Chico disse:

    Fala Zé Ruela de lá,

    O Zé Ruela de cá também está muito p da vida … Fico imaginando o clima da casa de cada um dos beneficiados com os novos contra-cheques… Devem olhar do alto de suas coberturas e pensar .. “Obrigado pela omissão bando de zé ruelas ! Continuem aí vendo a novela das oito e esperando o jogo do Inter ! Otários !”…
    Uma amiga passou lá no blog e deixou um comentário bem pertinente.. Falando em blog, falei sobre a “poupança fraternal” outro dia e atualmente esse é o termo que mais leva gente do google até o Casa…. Engraçado é notar que ninguém sequer lê o que está lá escrito.. Se lêem, o fazem em menos de 5 segundos. ;^)
    Amanhã devo voltar ao assunto do aumento vergonhoso…

    Abraço,

  16. Bruna disse:

    Escreve sim, sobre o Natal. 🙂 Eu gosto de quem escreve com a Bilis…

    Eu não acredito em falta de informação, acredito em preguiça. Rádios tem jornais, mas são ouvidos? Não… porque tem Éguinha Pocotó também. TV aberta tem jornais, mas são vistos? Não… porque tem novela em outro canal que eu não posso perder. E todo o resto? Não gosto de ler jornal impresso porque suja as mãos. Não gosto de ler jornal pelo computador porque dói as “vistas”. E por ai vai.

    Hoje de manhã, quando ouvi no rádio o aumento do salário dos parlamentares quase infartei de ódio. Como pode? Eu fico indignada, pensando num jeito de fazer alguma coisa… mas será que o brasileiropocotó quer mesmo dar um jeito nisso?

    Eu não sei se quero saber de mais nada, viu?

    Beijos.

  17. Matilda disse:

    Sim, escreva sobre o Natal, será um prazer ler.
    E sim, aumentaram os própios salários em 91%, pois, fizeram isso mesmo…
    E quanto a comemorar as festas do final do ano, só rindo, :).

  18. Flavia Sereia disse:

    É por isso que eu não acredito em nada que chega por e-mail, na verdade quando vejo que é corrente nem leio, só leio e-mail que são mandados exclusivamente para mim, e mesmo assim se for algo interessante, mas não acredio em nada que recebo, sempre fico com um pé atrás.

    Infelizmente nós brasileiros somos um fracasso na questão de exigir nossos direitos, só sabemos meter o pau nos politicos e só. Os poucos que saem as ruas para protestar de algo, chega uma hora que cansa, e pra que se matar por um povo que só sabe aceitar tudo de cabeça baixa??

    Pois é, dinheiro para deputado e senador tem, já para o povo que se phoda mesma!!

    bjs

  19. cilene disse:

    Nao sou especialista em nada…e escrevo com bilis tambem, rs…mas acho que os pobres tem sim que ir subindo e chegando mais perto da classe media..o que nao pode e a classe media descer….acho que o brasileiro nao tem um senso de coletividade…ele suja a rua porque e obrigacao do governo limpar..ele desvia o material escolar da escola publica porque e do governo…e assim por diante..e como nossas leis nao punem ninguem..tudo continua na mesma..falta estudo tambem no Brasil….e os politicos sao reflexos do braisleiro de modo geral…uma pena..

  20. Ellen disse:

    Junior , às vezes eu me acho um desses pocotó que você criou, porque na minha vida é assim, tempo de se informar, e de tempo de se alienar. Estou em épocas de alienação. Pronto, contei. 😉

  21. Ricardo Rayol disse:

    Sem duvida as massas tem a pessima mania de espalhar seu panico.. mas vejo muita gente que tem cultura e educação fazendo isso. Simplesmente não tem senso critico. Se tivessem alguem já teria explodido aquela pocilga que é o congresso.

    Quanto ao aumento dos nobres dePUTAdos deve ter sido obra do divino espirito santo.

  22. Carla disse:

    Concordo com vc, em genero, numero e grau. Precisamos ler mais. Sempre. Mas não posso reclamar: minha vida é ler e a de meus filhos também. Três almas salvas, espero. E escreva sobre o Natal. Assim, certamente, vc servira de inspiração para muita gente. Bjus e otimo findi procê.

  23. Roby disse:

    Juninho..gostaría muito de ler seus escritos sobre Natal..
    Vai em frente amigo..
    Já fico na curiosidade..rsr
    *
    Aquele abraçãooooo!!

  24. Claudio disse:

    Respondendo sua indagação, gostaria de ver você escrever sobre qualquer coisa. Sou fã do seu blog e qualquer tema que você aborda o faz com inteligência. Portanto Natal também seria um tem a bom.

    Quanto aos politicos, concordo totalmente com você. O povo é sofrível e os políticos são reflexo disso. Vamos levando mais uma vez…

    abração

  25. Dono do Bar disse:

    Ow, Junior! Você não entende que o salário dos deputados estava com uma pequena defasagem? O do povo, é claro, está em dia e atualizado. Segundo um deputado de Alagoas, “Desonra é ser desonesto, se meter em sanguessugas e mensalão”. Viu, Junior!? Tirando os corruptos do PT, os demais são todos honestos.

    Abraços.

    DB.

  26. Bianca Elisa disse:

    Eu comento pouco aqui pois sou meio pocotó. Mas vamos lá. O assunto está na boca do povo. E perguntaram ao mesmo povo se eles confiam nos políticos. 90% deles responderam que não.
    ” Bando de ladrão safado, que só róba nosso dinheiro. Não fazem nada esses vagabundos!” Daí perguntaram para as mesmas pessoas: você lembra em quem você votou para deputado Federal na última eleição? Deu 90% mais uma vez. 90% não lembra mais em quem votou.
    Faz tanto tempo também né? Muita coisa pra lembrar, conta pra pagar, correria do natal, poblema na família, essas coisas né seu reporter? A questão é a seguinte: legalidade e moralidade não andam juntas. Os deputados sabem que é legítimo o direito de aumentar o salário. Mas não é moral. E agem assim porque nem ligam para moral. Ninguém cobra isso deles. Se estiver dentro da lei, vamos em frente. Os deputados não fizeram nada “na surdina” pois já contavam com o comportamento do povo,que comenta, se indigna por uns dias e depois deixa passar. Não dá pra ficar feliz, mas parece que muita gente não está deixando passar não. Eu iria para Paulista sim.

  27. Lino Resende disse:

    Concordo com você quanto a participação do brasileiro na política. Desconhecendo-a e à administração pública estamos permitindo que os “nossos representantes” tomem medidas como o aumento de 91% dos seus salários.
    Aqui, aplica-se, de certa forma, o velho ditado de quem cala, consente. Se não reagimos, se não gritamos, se não nos mobilizamos, consentimos. E eles fazem.

  28. Phillipe disse:

    É, cara, tá certo… o problema do salário mínimo tá na previdência privada… Mas não é engraçado como eles arranjam um jeito de fazer cortes e deixar o aumento de quase 100% compatível com a verba disponível? Parece milagre, né? Só que com o mínimo não acontece milagre nenhum. :/

    Abraços!

  29. tina disse:

    Junior, essa coisa todo me deixa enojada, mas o seu texto está excelente e ilustrativo. Acho que vou mudar para Londres.

    Acho que você deveria sim, falar sobre Natal! Can’t wait…

    beijos querido e bom fim de semana!

  30. DO disse:

    Adoro qdo vc fala BRASILEIROSPOCOTÓ,JUNIOR,hehehehe

    Mas não vou falar de política,não. Os carneiros merecem tudo que está acontecendo.

    Este país é de sem-vergonhas!!

    Abraços!!

  31. Aldemir Silva disse:

    Junior, o povo está inerte a parte do consciente do povo reclama ao leu. Estamos retrucando, às vezes até bufando de raiva… Mas não agimos.

    Por que? Justamente porque essa parte consciente é a minoria e a minoria não tem voz.

    Enfim… Gostei da idéia da Paulista. Pena que só estarei em Sampa ano que vem.

    Abraço.

    PS: Escreva sim sobre o Natal. É sempre bom saber a opinião dos escritores ranzinzas.

  32. […] Passei grande parte do dia de hoje entre leitura e devaneios sobre o futuro desse lugar onde vivemos. Confesso que cheguei a chorar de tristeza e raiva. Pensei até mesmo em não escrever mais sobre os deputados além do que disse nos upadates aqui. Mas analisando algumas questões básicas percebi que seria bom compartilhar alguns temores que tenho, temores que nasceram de algumas perguntas que deixo para mais adiante, primeiro vamos às questões básicas. […]

  33. […] Porque o estado não quer pessoas educadas, não quer cidadão pensante. Então o estado oferece uma educação que é uma farsa, que não educa, não ensina cidadania, não ensina nem ao menos compreender o que se lê. […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: