peanuts de boteco

amendoim

Procurei inúmeras maneiras de iniciar esse texto e como todas elas envolviam de alguma forma um pedido de desculpas pelo sumiço repentino, pensei na simplicidade das coisas, na ausência de drama, na objetividade, na anti-loquacidade prolixa verborrágica e cheguei à conclusão que lá vai:

Me desculpem pessoal, pelo meu sumiço repentino.

Tem haver com o trabalho, que tem transformado minhas manhãs livres em minhas manhãs ocupadas. Era principalmente nesse horário que eu visitava os seus blogs e escrevia para o Frigideira. Por hora, como tempo livre não faz mais parte do meu vocabulário, estas atividades estão comprometidas, mas só temporariamente. Talvez 1 ou 2 meses até que eu de um jeito de ter novamente minhas queridas manhãs livres, ou consiga me organizar pelo menos uma vez na vida, meu vocabulário é pobre e nele também não consta o verbete “organização”.

A má notícia é que não estarei totalmente ausente todo esse tempo, só que por esse tempo as minhas aparições podem ser esporádicas, assim como as minhas visitas a vocês. Vocês sabem que nunca deixei de visitá-los, espero siceramente que compreendam. Mas como uma má notícia que se preze nunca vem desacompanhada de outra má notícia, quem quiser mais detalhes terá de se submeter a uma mesa de boteco, com um choppinho na frente e ouvir algumas histórias. Nem preciso dizer… sim, preciso sim agradecer a todos que de alguma forma se manifestaram para saber se tudo estava bem, e foram muitos. Está tudo bem sim.

“Esta tudo bem sim” é uma frase engraçada, assim que a escrevi comecei a pensar sobre ela. Continuei pensando. Meu pensamento sobre a frase descambou para um pensamento sobre maneiras de me tornar menos pessimista quando penso sobre nós, as pessoas, o mundo, o universo e tudo mais. Infelizmente todas as formas que me ocorrem envolvem me alienar e isso definitivamente está fora de questão, por enquanto.

Está tudo bem sim, esquecendo que a Juventude do PT apoia a anistia do Zé Dirceu. Eu vejo alguns acontecimentos recentes envolvendo jovens e fico pensando (por mais incrível que isso possa parecer eu insisto em pensar), alguns jovens agem dentro do que chamamos marginalidade, do ponto de vista legal, mas não do ponto de vista moral. E outros a querer cometer crimes morais, só que de maneira legal. Ãhn? Bléeh!

Há algum tempo eu protestei contra a alienação política e social da juventude. Estou pensando se não seria ainda melhor se eles se mantivessem alienados, afinal. Alguns estudiosos sociais (ou sociólogos estudantis) defendem que o voto obrigatório contribui para o engajamento político do cidadão, jovem ou não. Besteira. Bullshit.

Com o voto facultativo, um bando de avestruz (o coletivo está correto?) iria molhar a bunda em água salgada (ou não) no dia das eleições, e deixariam as decisões importantes desse país nas mãos de quem realmente se importa com elas (as decisões), ou com ele (o país), dependendo do ponto de vista. Ainda assim, seriamos democráticos, ainda mais democráticos. Acaba de me ocorrer que podem me chamar de elitista intelectual, podem sim, azar. Meu? Não.

Está tudo bem sim, se eu não considerar que o presidente lulalelé me considera seu “inimigo” que deve ser combatido, assim como a todos que discordam das suas idéias (leiam o texto, é impressionante como ele adora a palavra “inimigo”). Ele se diz um social-democrata, mas tem péssimas idéias sobre os mecanismos democráticos, é aquela história de vender uma coisa e entregar outra, ele vende que é democrata, mas a sua cabeça é totalitaria.

Como ele fala besteira. Noutro dia disse que a culpa não é do menor lá do Rio de Janeiro. Para um bom entendedor, ele disse que o menor arrastou com o carro um guri de 6 anos por culpa do estado e que por isso não adianta reduzir a maioridade penal. Vem cá, a redução da maioridade penal não vai fazer a menor diferença se em algum dia, antes de acabarmos com o nosso planetinha, o estado cumprir com o seu papel. Mas agora, com esse tipo de presidente, ô, faz diferença sim amigão. Mas pro presidente lulalelé, que é totalitarista, o estado deve ser o responsável por tudo e todos, um retrógrada, eu diria um coitado, mas ele está longe disso.

Eu tenho pena dos petistas (ou lulistas) de plantão, eles são tão otimistas. São ingênuos otimistas. Se não forem ingênuos são coniventes. Se forem otimistas, são mal informados. Até o Paulo Francis disse uma vez: Todo otimista é um mal informado. Querido petista ou lulista de plantão (whatever), que passar por aqui, abram seus olhinhos (isso é só uma sugestão, não um conselho formal).

Pausa para ir comer takoyaki na Liberdade (neste final de semana acontece a comemoração do ano novo chinês aqui no bairro da Liberdade).

Tinha uma multidão nas ruas do bairro da Liberdade, multidões normalmente são preocupantemente mal educadas. Não gosto muito de multidões, mas gosto muito de takoyaki. Acho que multidões têm um magnetismo todo especial para atrair pessoas que não gostam de multidões, afinal a maioria das pessoas que demonstram sua falta de educação nas multidões o faz com a justificativa de não gostar de multidões. Eu normalmente entro e saio pelas beiradas das multidões, costuma ajudar a manter o bom humor e a educação.

Mas está tudo bem sim, é só deixar de pensar sobre a vergonha que é o nosso sistema aéreo, as nossas companhias aéreas, a nossa agencia nacional de aviação civil (anac). Lembro que no final da década de 80, uma grande indústria decidiu transferir do brasil para o México as suas principais operações na América latina, uma das justificativas era que o nossos sistema de aviação civil era uma piada inconstante. Está tudo bem sim, afinal hoje a anac é dirigida por um petista incompetente, gaúcho de descendência italiana, com pinta de galã de filme de gangster (Nada contra os gaúchos, italianos, e nas atuais circunstancias, nada contra os gangsteres).

Está tudo bem sim, se eu parar de pensar, me indignar e me envergonhar por tantas coisas. Não me lembro quando foi que eu começei a pensar que as pessoas só têm mesmo uma grande oportunidade nas suas vidas, e quando se perde essa grande oportunidade, tudo mais passa a não passar de peanuts. Com o tempo até mesmo a grande oportunidade perdida vai se transformando em um mero peanut. Isso não aconteceu comigo, as coisas não se transformaram em peanuts.

Quando vocês estiverem em um banheiro público, desses de shopping ou de barzinhos, por exemplo, trancadinhos lá no reservado, prestem atenção na quantidade de pessoas que entram, fazem o que foram lá fazer e saem sem lavar as mãos.

Assim que der, eu volto. Agora sim vai um conselho formal, cuidado com os irresistíveis amendoins torradinhos servidos em botequins e afins, coliformes fecais, tá ligado?

Anúncios
Publicado em cultura, política
44 comentários em “peanuts de boteco
  1. Só ainda não decidi se eu prefiro o Canadá ou a Alemanha. Ficar neste país está insuportável. Muito. Imagine então para quem vive no Rio de Janeiro (vulgo Cidade Sitiada).

  2. Flavia Sereia disse:

    É Junior a coisa tá preta mesmo, fica até dificil a gente ter certas esperanças, mas somos brasileiros e não desistimos nunca não é?

    bjs

  3. Eu não me espanto nada da juventude do PT apoiar a anistia do Zé Dirceu. Afinal, historicamente, essa juvenude de partido é pau mandado.Fazei tudo que o senhor mestre mandar.Faremos todos.Faremos todos.

  4. Luma disse:

    Vi na Band News nota dizendo que foram proibidos de filmar encontro e aperto de mão de José Dirceu e Lullinha, na inauguração do polo de Biodiesel. Imagina os bastidores do poder! No mais já sabe da minha opinião.
    Além dos coliformes fecais, corre o risco de ser contaminado por Aflatoxina. Então Baby, amendoim nem em casa!!
    Boa semana!! Bom trabalho! Beijus

  5. Yvonne disse:

    É Júnior, tudo está bem neste continental país. Estou me sentindo tão desanimada que eu leio posts como o seu e não sei mais o que dizer. Beijocas bastante desanimadas

  6. Carla disse:

    A correria é geral, Jr., mas vê se não deixa a gente a ver navios, tá? Arrume um tempinho, entre meia-noite e seis da manhã, pra nos manter informados dos últimos acontecimentos, viu? Bjão.

  7. Diana disse:

    Bom dia……

    Tudo bem no front…
    Rssss…
    Boa semana…
    Bjs…

  8. tina disse:

    Junior querido: bom te ler novamente e te saber bem. Esse país não tem jeito, definitivamente.

    beijos querido e boa semana.

  9. Juliana disse:

    Que bom que voltou. Estava ficando preocupada… mas se é trabalho, é para o bem!

    beijos

  10. Claudio disse:

    Eu também ando sem tempo para visitar voc~es, mas é sempre muito bom saber que tudo está bem e que sempre temos essa maravilhosa frigideira com posts inteligentes para nosso deleite.

    abraços e boa sorte !!!!!

  11. Lula disse:

    Eu ja tava com saudade desses seus posts. Mas ESTÁ TUDO BEM SIM, jájá vc arruma tempo pra nos alegrar (ou alertar) com suas idéias coerentes e inteligentes.
    Vê se te cuida.

    Eu não como amendoins nos botecos, mas conheço gente que adora eles.

    E viva a nossa juventude, o futuro de um Brasil que não parece ter nenhum.

    Abraços nocê, no ozzy (o cérebro) e na Bianca.

  12. Luciane disse:

    Júnior, minha nossa, “na antiloqüência prolixa das adversidades peristálticas”. A coisa foi feia, né, fio?
    Te cuida.
    Beijo

  13. Nivaldo disse:

    Ah Júnior… ainda bem que “está tudo bem, sim”. Se a ausência é por causa do trabalho, está devidamente desculpado. Mas… não esqueça de aparecer de vez em quando né? Nem que seja pra dizer que… “está tudo bem, sim!”…

    Abração

  14. Matilda disse:

    Desculpas aceitas pelo seu sumiço repentino.
    Aceitas as minhas desculpas pelo meu sumiço?
    E quanto ao estar tudo bem sim, concordo plenamente, :).

  15. Aldemir Silva disse:

    Junior, ranzinza como sempre…

    Já estava ficando preocupado com teu sumiço broder.

    Não adianta amigão, aonde vc vá nesse país encontrará motivos pra se decepcionar. A juventide paseudo intelctual do PT só serve pra isso e nada mais. Serão eles os futuros personagens a frequentarem o planalto…

    Não gosto muito de comida chinesa mas adoro amendoin de bar. Acho que terei que mudar meus habitos.

    Grande abraço.

  16. Flávio disse:

    Júnior, eu tb não gosto de multidões; e assumo a minha agorafobia. Ah! E eu tb acho que está tudo bem… desde que a gente não raciocine! 🙂 Abração, bem vindo de volta

  17. Lino disse:

    Ora, ele voltou, e dizendo que está tudo bem, embora não esteja.
    Cumpadre, concordo com sua análise sobre o voto facultativo. Democracia se faz com quem quer participar, não obrigando a participação. E neste caso, com quem se importa com a política e com o país.

  18. Suzy Tude disse:

    Júnior, se estar tudo bem é tudo isso que você definiu, então está, né?

    Grande abraço

  19. jan disse:

    Eu fui ver a virada do ano novo chinês que, diga-se de passagem, é só no dia 18.

    Welcome back!

  20. Andrea N. disse:

    Argh!! E eu que adoro amendoins, arghh!!
    E esta tudo bem, mesmo? Ai, ai, ai. Beijao e nao trabalhe demais.

  21. Jr., blogar não pode ser uma rotina, e muito menos impedir que a gente trabalhe e viva a vida real. 😉 Isso só pode acontecer com donas de casa desesperadas, em tempo ocioso, engordando diante do micro e fingindo que estão ocupadas enquanto os maridos estão na rua.
    abç! 🙂

  22. Ah… acredito que esse país tenha jeito, sim ! 😀

  23. Ah! Voltou com o mesmo mau humor e prestando atenção nos amendoins? Hahahahahahhaah!!!!

    Abraços!

  24. Julia disse:

    Cher ami,

    Em bares e até mesmo em restaurantes,NÃO faço consumo de nenhuma forma de amendoins ou coisa parecida no genero!!!

    Restaurantes so frequento com minimo de três ESTRELAS!!!So faço consumo de vinho e agua mineral, assim tenho certeza que o alcool do vinho vai “esterelizar” algum microbio que tenha passado pelas mãos do cozinheiro a agua mineral é pra ter certeza que não vou consumir agua em jarra com lodo porque nunca é lavada!!!IMPOSSIVEL QUE EU FREQUENTE restaurante DE UMA ESTRELA!!!Esta é a razão porque não viajo em paises onde nos documentarios, ja esta se vendo as moscas e pessoas sujas!!!!

  25. DO disse:

    Realmente esta tudo ótimo por aqui,JUNIOR.
    Tirando a felicidade com o seu aparecimento,este começo de 2007 mais parece o início das pragas do Egito.
    E olha que só estamos em fevereiro.
    Que ano,meu amigo!
    Deus nos proteja!!

    Grande abraço!

  26. Carol disse:

    Friend, sinto sua falta, já sabe, né? Com sorte esse ano ainda rola aquele choppinho.
    Bjs.

  27. Saramar disse:

    Menino, essa sua falta de manhãs parece ter feito bem. Você continua escrevendo muito bem.
    Como vim correndo só para ver se havia voltado, irei ler mais tarde, com cuidado porque estou escrevendo justamenete sobre a juventude petista e vou “colar” de você.

    beijos

  28. Ana Shirley disse:

    Senti sua ausência, ainda mais nesse periodo, com tudo que tem acontecido senti muita falta da sua indignação, de suas habilidades drasticas e criticas de como tudo isso é absurdo e só denota mais e mais como estamos relamente perdidos, enfim fico feliz em saber q vc não abandonou o bloguxo srrs
    bjus e volte sempre que puder
    obs: “Está tudo bem sim, se eu parar de pensar, me indignar e me envergonhar por tantas coisas”. gostei dessa, acho q é de fato a que melhor me serve rsrs
    ps: é por isso que não como nada servido de graça em botecos hauhauha =P

  29. Beth disse:

    Tá perdoado. Mas vê se acha uma “vaguinha” p/ amigos na agenda!
    Um cheiro!

  30. thorpo disse:

    É, está tudo bem…

    Abraço

  31. Déa disse:

    Vamos começar dizendo que o seu sumiço sempre esteve perdoado. Todos nós, de quando em quando, sumimos, fechamos, abrimos e reabrimos nossos blogs. Vários motivos nessa vida. Que bom que o seu foi trabalho. Poderia ser doença… Estou ligada nos amendoins… Nas multidões… E, principalmente em Lula… E cheia de esperança que nosso povo um dia aprenda a votar. Beijos

  32. Dono do Bar disse:

    Sei não. Foto com Viagra, foto com amendoim. Você tem passado bem, amigo? kkkkk…
    Sem problemas, Junior. Temos nossa vida e nossos afazeres, domésticos e profissionais. Que se pode fazer? Antes sumir do que fechar o blog. Quando ao Zé Dirceu, ele e a Juventude do PT que vão…vão…Bem, deixa assim.

    Abraços.

    DB.

  33. Ricarda disse:

    está tudo bem sim neh….
    nossa, com tanta coisa eu ainda tento pensarq ue está tudo bem sim…
    mas…
    eh dificil
    amigo, pelo menos vc sumiu por causa de um motivo que é passatempo mais saudavel dessa mundo, o trabalho, como já dizia minha avó…
    beijossssssssss

  34. Junior, para mim, a ausencia está desculpada se vc estava trabalhando. O problema é a preocupação que fica pelo desaparecimento. Não acredito em nada, nada mesmo, desse país. As vezes fico até contente com o “afundamento” moral dele.
    E o que é TAKOYAKI?
    Liliane de Paula

  35. thorpo disse:

    Sobre o teu cmentário no meu blog:

    Bukowski é um autor muito interessante. Por trás de um estilo simples, e que choca o leitor desavisado, ele apresenta cruamente a mesquinharia humana. Sua vida de bebedeiras, brigas e prisões se confunde com suas narrativas do submundo estadunidense.

    abraço

  36. Que bom que você está bem Junior, imaginei que o sumiço era por excesso de trabalho. O Brasil não está tão bem assim mas vamos levando…
    Um beijo

  37. Silvia disse:

    Oi, Junior, saudades!! não precisa pedir desculpas… tb ando sumida. a vida da gente é feita de fases e fases. []s

  38. Lara disse:

    Poxa, seus textos fazem falta!
    Que bom que vc apareceu, que bom que está tudo bem apesar de tido rsrsrs 🙂
    “Bom carnaval!”

  39. Lara disse:

    apesar de tudo… 🙂

  40. Dono do Bar disse:

    Velho, passei pra deixar meu novo link. Agora você me acha em

    http://donodobar.wordpress.com/

    Abraços.

    DB.

  41. Douglas disse:

    Normal, amigo…pelo menos você voltou…eu também estou bem ausente da internet. Estou fazendo uns bicos aí que tem me ocupado muito e me deixado bem cansado…
    Adorei a ironia presente no post, rs.

    Abração!

  42. Bruna disse:

    Está tudo bem sim, por aqui também. Tirando o que não está, obviamente.

    E, sobre a notícia ruim sempre vir acompanhada por outra, tenho uma amiga que diz: “depois do tombo vem o coice.”

    Muito sábia, né? risos…

    Beijos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: