sinceridade de gambá

Uma semana antes do feriado da páscoa eu precisei dar uma rápida passada num pronto socorro. Queria que alguém me receitasse umas pirulinhas. Eu tinha uma receita antiga onde estava anotado o nome, mas o cão Ozzy comeu a receita.

Bom, a médica do hospital quis saber qual era a minha enfermidade, expliquei e completei contando que não era sempre que acontecia, mas que somente as vezes quando eu bebia muito me sentia daquele jeito, corria na farmácia com a minha antiga receita, comprava os comprimidos e beleza, tudo se resolvia em menos de 24hs. Segue parte do diálogo:

Junior: Nos últimos dias eu tenho bebido feito um gambá.
Dra.: Nossa! Eu nem sabia que gambás bebiam.
Junior: Eu nunca bebi com um gambá, mas de onde eu vim, a turma costuma dizer que os gambás bebem pra caramba.

Impressionantemente a doutora não conhecia a tal da little pill, até consultou alguns colegas do plantão e nada de algum beneditto conhecer as tais pirulinhas milagrosas. Mais uma parte do diálogo:

Dra.: Bom, então agora você vai tomar um antiinflamatório.
Junior: Ãhn? AntiWhatWhen?
Dra.: Aqui, onde mais?
Junior: Injeção?
Dra.: (Só me olhou, espremeu os olhos com uma sobrancelha levantada)
Junior: Mas de jeito-maneira-alguma, eu não tomo injeção nem em troca de uma garrafa de Jack Daniels (psicologia reversa, mas infelizmente ela não caiu nessa). Moça, quando eu era militar precisei tomar a antitetânica sentado porque o enfermeiro disse que seria menos desmoralizante que desmaiar na frente da minha tropa (todos tomavam a vacina em pé). Ele disse isso só de olhar pra minha cara aterrorizada de terror. Olha, eu sinceramente esperava que no século 21 a medicina tivesse evoluído no sentido de encontrar uma maneira menos arcaica e invasiva de ministrar os medicamentos intravenais, isso é um absurdo e ninguém faz nada. (Vou pular a parte em que ela tenta me convencer de que esse método é praticamente um milagre da ciência.)
Dra.: Tudo bem (me olhando com uma cara que eu nunca vou esquecer). Voltando ao seu medicamento, você vai tomar esse remédio aqui.
Junior: E o antiinflamatório? Quer que eu tome umas pirulinhas de voltarem? Essa eu tenho na minha caixa de pirulinhas.
Dra.: Não, do jeito que você tem bebido feito um gambá é melhor mesmo não tomar antiinflamatórios.
Junior: Ahhh então quer dizer que entre antiinflamatórios e umas geladinhas as geladinhas ganham não é mesmo?
Dra.: Pelo menos as geladinhas são mais gostosas né.
Junior: 😕 … 😯 … 💡 … 😈 … 8)

Foi exatamente aí que eu pensei em escrever sobre o gene 5HTT, mas acabou saindo isso, quer dizer, eu não levo mesmo muito jeito pra escrever sobre coisas científicas. Mas espero sinceramente que me perdoem por ter os 5HTT curtos.

Ahhh quase ia me esquecendo, eu instalei o Akismet há alguns meses, bom, eu recebia uma cacetada de spam por dia, depois da instalação o Akismet tem barrado mais que o triplo do que eu recebia. Qual a minha brilhante conclusão?

O Akismet manda spam pra quem o instala.

Anúncios
Marcado com: ,
Publicado em monstro da semana
32 comentários em “sinceridade de gambá
  1. Lourenço disse:

    Eita laia…
    Encher a cara com um Gambá deve ser muito louco, se bem que no Pé de Cacau, que fica ao lado da sala de aula do 1° semestre de Sistemas de Informação (www.ffalm.edu.br) a gente encontra dois moradores desse naipe, os genuínos
    “Gambazinhos”… tá legal, a doudora deve tomar só uns gorozinhos, mas se ela (ou você) resolver virar uns “gorozão” o remedinho (antes e/ou depois) chama-se…
    METIOCOLIN B12 (São umas drageas cor-de-rosa)
    Veja o composto do medicamento: racemetionina, cloreto de colina, inositol, cianobalamina. Esse trêm eu já tomei e digo que foi o melhor amigo do meu fígado, mas se o problema for inflamação mesmo… VOLTAREM na bunda, KkKkKkKkKk.

  2. Dricota disse:

    HAUAHAUHAUAHAUAHUAHAUA
    A conclusão da médica foi a mió!

  3. 1 – Que médica sem noção. Mas também com um paciente desses hein… rs

    2 – O Akismet barra mesmo os spam, mas eu nunca havia chegado a mesma conclusão que você. Foi ótima. kkk O akismet que manda spam pra gente só pra mostrar que os está barrando. kkk Tu não tens jeito mesmo. Figuraça.

    Abração, Brother.

  4. Flavia Sereia disse:

    Sei lá, mas essa historia de gabá beber deve ser pq o bebum fede tanto depois que parece um gambá e não que um gambá beba, será que to certa?? rss
    O jeito que arrumei para barrar spam é fechar os comentarios dos posts antigos, etm um plugin para isso, mas comigo ele não funcionou, não fechava os coments, então fecho na unha mesmo rs

    bjs

  5. Yvonne disse:

    Rapaz, a médica é das minhas, adoro louras geladas. Beijocas

  6. Luma disse:

    Eu tenho medo de ficar alcoolatra. A minha ressaca só curo quando abro o bar, pior é Segunda feira que o bar não abre. Antiinflamatório pra isso nunca vi! quem sabe ela pensou que você precisava de algo para a garganta. Sabe, aquele cheiro de gambá! :twister: Beijus

  7. Marcos disse:

    Cara, quando eu bebo feito uma bicicleta (se teu gambé bebe, por que minha bicicleta não pode beber?), me dá umas zonzeiras esquisitas. Negocim complicado de ouvido interno e blá-blá-blá de médico. Eu disse mé-di-co e não mede cu. Aí matei a charada. Antes de dormir, dois copos d’água e uma aspirina. Ao acordar duas aspirinas e um vasodilatador natureba. Foda é o dia que esqueço de tomar os dois copinhos d’água antes de dormir.

  8. DO disse:

    Imperdivel este seu dialogo,JUNIOR,heheheh
    Mas tbem ,hehehe,cada “paciente” tem a medica que merece…
    Abraço nos gambas,heheheh

    🙂

  9. Bender disse:

    Por um momento eu pensei que o Ozzy fosse um gambá, depois descobri q o gambá era tu, hahaha.

  10. Carla disse:

    Sabe aquela piadinha que fala que se a humanidade dependesse dos homens ela já estaria extinta?
    Êta homenzada medrosa, viu? (Desculpe, Bianca, mas não resisti).
    Se isso serve de consolo, tomo todo mês a minha injeção anticoncepcional, na bunda e vou te contar… como dói!
    Lula fica ao meu lado, com cara de tchongo!
    Agora, se é pra beber, que seja. By the way, hoje vou sair com minhas amigas pra tomarmos umas e ele vai ficar em casa, tomando conta do Lucca.
    Bjus, my friend.

  11. Tina disse:

    Oi Junior!

    Sei não… mas pensando bem, entre os antiinflamatórios e as geladinhas eu sou forçada a ficar com as geladinhas: os antiinflamatórios não fazem bem para o meu estômago…(rs) E depois me manda o endereço dessa médica, vai que um dia a gente precisa, né? rs

    beijos querido,

  12. Bruna disse:

    Eu também ando bebendo como uma gambá-fêmea. Por sorte não tenho ressaca, acho que no dia que eu passar mal, morro. (risos…)

    E no fim? Comprou o remédio que bebia antes ou não?

    Abraços!

  13. Silvia disse:

    Bem engraçada a sua história. Que medo é esse de injeção??? huahuahua

  14. NEGÃO disse:

    Um marmanjo desse tamanho com medo de injeção? Ninguém merece!!!

  15. Jr., que gambázão gente finíssima é esse aí, hein ! 😀
    Bebe que nem gente grande, é ? 😉
    Um abraço e obrigado por sua mensagem bacana no segundo aniversário de meu blog !
    Jôka P.

  16. Andréa N. disse:

    hehe, “pirulinhas”. amei a fotinho.

  17. cejunior disse:

    Oi Júnior, valeu a visita! Na verdade, estamos sempre nos cruzando nos comments dos blogs de amigos comuns, não é mesmo ???
    O Frigideira é muito legal, já está na minha “reserva especial” rsrsrs
    Quando migrei do Blogger para o WordPress,o Akismet veio junto. E um monte de spam, coisa que não tinha por lá. Acho que vou concordar com vc…
    A salsicha lá de casa é a FILÓ, que na verdade é de uma de minhas filhas. É muito tranquila e meiga, mas teimosa, pidona e esfomeada!
    Um abração.

  18. Flávio disse:

    Bem, Júnior… ainda bem que eu continuo com poucos spams! 🙂 e sem Akismet, claro! Abração

  19. Oi Júnior,

    Eu também fujo de injeção. Por dois motivos, um é que morro de medo, e outro porque sou alérgica a trocentos componentes quiimicos. Tomados, ainda dá pra me salvar com antialérgicos e tals, mas se forem injetados caem direto na corrente sanguinea e aí babau, a loira já era.

    Beber além da conta queima os neurônios, né? …hehe

    Beijos

  20. Hahahahahah esta história renderia uma crônica ótima, mas você fez bom uso dela.

    Quanto ao Askimet, notei o mesmo.

    Abraços!

  21. @nny disse:

    Júnior querido estou de volta que saudade de vc e do cão ozzy risos…que dra. paciente heim hahahhaha adorei hahahhahaha beijos e ótima semana

  22. Lino disse:

    Boa essa médica. É a primeira vez que vejo um “dotô” dizer que é melhor tomar uma geladinha.

  23. Cristina Lima disse:

    Rsrsrsrs … então você tem medo de tomar uma espetadinha?!?!?!?

    Eu confesso que não sou muito chegada, mas por uma garrada de Jack?!?!? Tomo até três. Você sabe quanto custa uma garrafinha?
    que tal substituir as pirulinhas por um chá de boldo depois ou então uma colher de azeite antes?
    Não tomo nenhuma dos dois , mas já me disseram q

  24. Cristina Lima disse:

    Continuando …
    já me disseram que funciona!
    beijos e até o próximo

  25. cilene disse:

    Junior nao sei se entendi bem o post…devo estar doente tambem…precisando de uma pilulas…rsrs..

  26. Luma disse:

    Tá maus ainda, fio?? 😈 Beijus

  27. Lara disse:

    Muito bacana ver um post tão bem humorado por aqui…morri de rir…
    Mas sou solidária no terror por injeções…não suporto essa mania de querer resolver tudo na base da agulha!!!Argh!!!
    Hj eu experimentei a Bavaria Premium…não é que é boa???
    Bjus

  28. Muito bom Júnior, só riso, conhecendo os médicos sei como isso acontece.
    ão sei é o que está acontecendo alguns feeds não estão atualizando e achava q não tinha post.
    Quanto a o akismet acontece aqui também.

  29. Saramar disse:

    Essa doutora, sem dúvida, é da minha turma.
    Eu, na posição de pessoa consciente e moderna, jamais tomo remédios. Só cerveja.

    beijos

  30. Eu quero uma médica assim… que entende as nossas necessidades! xD

  31. Jacque disse:

    No meio do texto eu já estava decidida em colocar que essa médica era muito incompetente, pois os antinflamatórios tem o metabolismo hepático, e se vc estava com problema no figueiredo não poderia tomar, mesmo sendo injetável!
    E cá pra nós, mesmo eu sendo enfermeira compactuo totalmente da sua idéia quanto às injeções – tem coisa mais medieval do que isso? Ter seu corpo invadido dessa maneira, com dor, por uma agulha pra injetar algo nele?! Pior do que isso só o maldito motorzinho do dentista e o exame ginecológico de coleta de material para Papanicolau! Aliás, não sei qual dos três é mais medonho!
    Beijos, e já melhorou?

  32. Douglas disse:

    Pois é cara, moro no ABC, e tô indo todo o dia pra Santo Amaro. Saio de casa 06:00 e volto 21:00. Tá um doidera, sem tempo, sem folga (trabalhar em feriado e domingo é osso) e podrão, mas tô até animado (dá pra ver), rs.

    Cara, acho que a culpa de toda essa história é do Ozzy hein. Se ele não comesse a receita, você seria poupado da conversa com a médica, da idéia de injeção e etc. Mas pelo menos valeu o post \o/

    Grande abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: