lei da atração, a nova onda

picareta

Pelo título vocês já sabem o que eu acho da lei da atração, marketing de primeira.

Vamos refrescar a cachola, nos anos 80 teve a explosão da Programação Neurolinguística que revolucionaria a sua vida, nos anos 90 a salvação da humanidade era a Inteligência Emocional, tudo isso entremeado por outras técnicas de sucesso pessoal, interpessoal, profissional, blá blá blá.

Agora o mundo, e finalmente o pocotó, se depara com a Lei da Atração, rá rá rá, eu me divirto.

Bom, eu fui dar uma olhada, porque sou curioso e essas bobagens são divertidas. Olhei aqui, olhei ali, vi uns sites e até o tal do filme O Segredo. Minha conclusão? Algum marketeiro começou a freqüentar a Seicho no ie e saiu com essa Lei da Atração para o mundo. Eu conheço esses conceitos desce que era criancinha, apesar de não me esforçar muito pra colocá-los em prática. Na Seicho no ie, que eu não freqüento, os japas falam exatamente sobre os mesmos conceitos, só que há dezenas e dezenas de anos, rá rá rá. Eles também não usam dessas explicações mirabolantes cheias de conceitos complexos que quase ninguém entende. Lá os japas dizem: Se você se comportar mentalmente com essa postura assim assado, sua vida será melhor. Por quê? Não te interessa, vai ser melhor e pronto. Só que ninguém fica perguntando essas coisas, os orientais são mais simples e não ficam querendo responder a todas as perguntas fundamentais sobre a vida o universo e tudo mais. E mesmo assim, nem mesmo os japas são os criadores desse conceito.

Então tem um monte de gente escrevendo livros, fazendo filmes, dando palestras e enchendo o rabo com o dinheiro dos famintos por resolver suas vidas; e tão fazendo isso com um conceito antiguíssimo e grátis, não disse que essas bobagens eram divertidas.

Esse filme O Segredo, olha esse nome e pensa se os marketeiro não são uns filhos da puta (no bom sentido, claro), assista esse filme e depois assista a um outro chamado Quem somos Nós? de 2004 heim, ta tudo ali, é a mesma coisa, com direito a física quântica e tudo mais, física quântica, aliás, que é explicação até mesmo para a Apometria, mas essa já é uma doidera.

Se você já entrou nessa nova onda, não entre em pânico, isso é coisa que dá e passa. Se você não entrou nessa, entretanto anda pensando que deveria procurar saber mais sobre que diabos é essa coisa “nova” que salva as pessoas e que era “segredo” (eu me divirto), go ahead, mal não vai te fazer. Mas vá em frente sabendo que isso aí não é nada de novo e talvez seja melhor você nem comentar sobre isso na macarronada da família no domingo, ou pode ser ridicularizado pela sua sobrinha de 11 anos.

Anúncios
Marcado com:
Publicado em cultura
39 comentários em “lei da atração, a nova onda
  1. É a eterna indústria da auto-ajuda que sempre se renova, caro Junior.

    Estou com este “Quem somos nós?” na lista de pendentes há um bom tempo. Já me disseram que é bobagem, mas como tenho uma queda por bobagens (só pelo fun factor, que fique claro), logo assistirei.

    []’s!

  2. Bender disse:

    Cara, como o mundo seria melhor se a auto-ajuda funcionasse…

  3. Yvonne disse:

    Júnior, já tive tempo de procurar ajuda do tipo, mas nada funcionou porque eu simplesmente não dava bola, rsrsrs. Beijocas

  4. Bruna disse:

    Junior, eu não acredito que você não acredita nO Segredo!!!!

    Putz, que decepção!!!!!!!!!!!!!! 😉

    Beijo.

  5. Carla disse:

    O DVD “Quem somos nós” eu já vi…
    Agora, quanto ao “Segredo”, confesso que não me atrai esse tipo de tema…
    Mas, quem sabe, eu tento?
    Bjão.

  6. Luma disse:

    Junior, eu ainda não me senti perdida para buscar um “resgate” do meu eu interior. Eu estando aqui fora com o pé no chão tá bom demais! Do Seicho no ie gosto do sininho.8)
    Beijus

  7. Sou praticamente um imã humano, poderia servir de exemplo pra qualquer lei da atração com o meu carisma e magnetismo irresistível. 😉

  8. Silvia disse:

    “Seu desejo é uma ordem”. Eu gostei!

  9. Flavia Sereia disse:

    Alienada como sou, tive que fazer uma busca no google para saber exatamente sobre o que vc falava.
    Me lembro de ter lido, uma paginas do livro inteligencia emocional, e cheguei a conclusão de que não tinha nada de novo lá, alias em nenhum livro de auto ajuda tem alguma coisa de novo, é sempre as mesmas velhas formulas reinventadas.

    Li algo sobre o assunto e meu Deus, não tem nada de novo lá!! Pelo menos não para quem já leu qualquer artigo de revista, jornal ou um livro sobre auto-ajuda.

    Como esse povo é ingênuo, e pq não dizer burro kkkkkkkk
    Cansei!! rs

    bjs

  10. Flavia Sereia disse:

    Corrigindo, li algo sobre a tal lei da atração e não tem nada de novo lá rs

  11. Cejunior disse:

    Oi Xará! Sinceramente não dou bola prá esse papo de auto-ajuda. Até porque você acaba “ajudando” mesmo é o autor do livro ou da tese que se enche de grana…
    Mas, dizem as más línguas, que os únicos livros que o nosso presidente (?) lê são os livros de auto-ajuda….
    Deus nos ajude!!!!!

  12. Robson disse:

    Eu também não fecho com essas mentiradas, não, Junior.
    É bom saber que há pessoas dedicadas a desmascarar a auto-ajuda. Seu blog é bastante visitado. Um comenta com o outro e mais gente fica sabendo. Mandou bem.
    Abraço.

  13. DO disse:

    Sou um dos que caiu no tal “conto” do filme,JUNIOR.
    Um amigo médico ficou horas me convencendo a ver o tal “quem somos nós”.
    – Depois vc asiste O SEGREDO. Já é febre na comunidade médica.

    :/

    E o babaca aqui viu. É verdade que cochilei após a primeira meia hora. Mas é como vc bem disse: esta ladainha toda eu já ouço a seculos. E resolve??

    rsssss

    Abração,JUNIOR

  14. Tina disse:

    Oi Junior!

    Eu já ouvi falar em diversas rodas, mas não me fisgou. Acredito em Deus e continuo na minha,já está de bom tamanho.

    O BM anda com saudade de você, sabia ? rs

    beijos querido,

  15. marmota disse:

    Junior, o pior nem foi a idéia que deu origem ao tal “segredo”, mas sim todos os subprodutos lançados a partir do “sucesso” do primeiro: Entendendo O Segredo, Por Trás de O Segredo, O Segredo Acústico, A Cozinha Maravilhosa de O Segredo… E por aí vai.

    Ah, seu e-mail info arroba frigideira voltou algumas vezes – tentei responder afirmativamente ao seu convite pro chope, apesar de não beber. Mas não dispenso nunca um bom bate-papo! 🙂

    Abração!

  16. Lino disse:

    Concordo com você e acho que tudo isso é uma grande bobagem. Alguns espertos se aproveitam que tem gente que crê e faturam alto em cima. Mas, a meu ver, não funcionam.

  17. Hahahahaha!!! Auto-ajuda só ajuda a quem escreve, prega ou qualquer coisa assim. Quando você fala o que todos querem ouvir, o sucesso está garantido.

    Abraços.

  18. Suzy disse:

    Muito bom. Agora até Lula da Silva está pedindo pensamento positivo para seu PAC de segurança. Também o desgoverno coloca 6 bilhões para o Brasil inteiro enquanto só a secretaria de segurança de SP coloca 8 bilhões…
    Lula só pode contar mesmo com muito pensamento positivo, a nova “onda” do momento.
    Beijos

  19. Cristina Lima disse:

    hahahaha … que tal um blog de auto-ajuda ? Isso dá dinheiro!!!

  20. Hanny Meire disse:

    OI, Júnior, tudo bom ? Eu concordo contigo sobre isso ser modismo,sabe, mas eu não acho de todo ruim. Pelo menos, de uma forma ou de outra, o povão lê algo, você não concorda ?

    Não sei se creio que basta o poder do pensamento positivo…é claro que é inegavelmente melhor ser positivo do que negativo, mas não dá pra ser inocente e acreditar que basta apenas pensar que alcançaremos tudo que queremos dessa forma !

    Se fosse assim, todo mundo ficaria rico, se curaria de alguma doença, se casaria, etc. e diga-se de passagem, pra mim é difícil pensar sempre positivo, ainda mais depois das decepções que tenho passado na vida, sabia ?

    Um beijo pra vc !

  21. luma disse:

    Boa semana!! :)Beijus

  22. raquel disse:

    se existe uma verdade é que a vida não tem SEGREDO! não existe fórmula mágica pra ser feliz! ter uma vida confortável é relativo, pra mim pode ser ter um emprego e um labrador, pra você, viver em um país com menos pocotós e pro manuel da rua paissandu ter um bmw e assim vai! a maneira COMO chegamos onde queremos vai variar mas ao meu entender deveria ser de maneira limpa, sem trapaças, movida por muita paixão!!! vontade de fazer o melhor e assim vai! essa é a minha crença! a minha fé! um beijo!

  23. Evandro disse:

    Nao sei do que se trata,mas nao seria mais interessante deixarmos de julgar ou achar que os outros perdem ou nao tempo?
    O segredo é cada um cuidar da propria vida.

  24. Saramar disse:

    Junior, sempre morro de rir com essas bobagens.
    E, graças a Sâo Paulo Coelho, nunca li nenhum livro de auto-ajuda. Nem pretendo.

    beijos, boa semana.

  25. Jacque disse:

    Essas bobagens de auto-ajuda só funcionam pra uma pessoa – para quem os produz – simples assim! hehehe! Vendem bem e quem faz a vida é o autor. E alguns deles podem ser vistos até mesmo como piada. Tô fora!
    Beijos.

  26. Marcos disse:

    Ih, meu garoto, nem vou acessar esses links. Não tenho saco pra essas viadagens. Se é pra dar dinheiro para me sentir bem, vou ao boteco ou ao puteiro, muito mais negócio.

  27. Flávio disse:

    Passei só pra te dar um abraço… mas não posso deixar de concordar com o post! 🙂 Abração, mano.

  28. Julia disse:

    Salut!

    Encontrei novamente seu blog nos meus favoritos do YouTub é interessante os videos que você postou.Bj

  29. Julia disse:

    Postei seu clip! Abrs

  30. Flávio disse:

    Ah! E acho que vc vai gostar do post novo… o assunto é interessante! 🙂

  31. naomi disse:

    a vantagem dos gurus da auto-ajuda [assim como das religiões que pregam o paraíso na terra] é que eles são infalíveis: se você não consegue sucesso no que deseja é porque *você* não se esforçou o bastante, já que funcionou para “outros”. ou seja, não assumem nenhuma responsabilidade.

  32. cilene disse:

    eu nem entrei e nem vou entrar porque como vc nao acredito em bobagens..

  33. Lara disse:

    “eu vejo um futuro repetir o passado
    eu vejo um museu de grandes novidades
    o tempo não para…”

    Parece coisa de igreja essas ondas modistas “revolucionária”…
    Bju moço!

  34. DO disse:

    Tá tudo bem por ai,grande JUNIOR???

  35. Flávio disse:

    Hj, só passei pra deixar um abraço e te avisar que postei um texto que (acho) é a sua cara! 🙂 Abração, mano.

  36. Carol disse:

    Adorei!!! Estou há dias querendo dizer isso e o blog dava pau…
    Minha mãe é louca por esses filmes e por “fisíca quântica”… como se física quântica se resumisse a isso que eles passam nos filmes.
    Bjs!

  37. Carlos Virgilio Nepomuceno disse:

    Me engana que eu gosto

    Tenho medo de ser preconceituoso. Isso mesmo, a palavra é “medo”. O preconceito nos torna injustos, cria resistências contra o novo, segrega e discrimina. Uma pessoa que acredita no desenvolvimento moral e intelectual do ser humano, deve abominar o preconceito. Por isso, eu me forço ao menos a conhecer o que me desagrada.

    Não adoro pagodes nem música sertaneja, mas às vezes me pego ouvindo esse tipo de música e até cantarolando uma ou outra canção. Sim, de cada gênero musical, há o que se aproveite; assim como de cada estilo de qualquer coisa. Até a literatura de auto-ajuda eu me obrigo a conhecer. Ora, se milhões lêem determinado livro, certamente alguma coisa de interessante ele deve ter…

    Pensando assim, forcei-me a ler The Secret (“O Segredo”), da australiana Rhonda Byrne. Tanto me falaram desse livro, tanto sucesso fez o seu DVD que, antes de criticar, resolvi conhecer.

    Reconheci inúmeras razões para o sucesso de “O Segredo”, a maior delas é que diz exatamente o que queremos ouvir. Quem não quer ser imortal, rico, ter o parceiro, ou parceira, de sua vida ao seu lado, e tudo isso sem fazer força? Ora, é mamão com açúcar, como diria um velho amigo.

    O livro trata os leitores como se estes nunca tivessem lido qualquer coisa antes, como se suas mentes fossem folhas de papel em branco, e o pior é que os leitores parecem realmente reagir como se não tivessem recebido nenhuma informação antes de conhecer o tal Segredo.

    Ora, a força mental existe. Pode chamá-la também de poder de raciocínio, de abstração, de prever fatos. Sem ela, a espécie humana não teria prevalecido sobre as outras. Agora, impingir dons miraculosos a esta qualidade comum a todos os racionais, é forçar a barra, é apelar para o pouco alcance cultural da maioria das populações.

    Pior: ligar a capacidade de ganhar dinheiro a uma pretensa superioridade de alguns poucos escolhidos, é brincar com a ética e os delicados problemas sociais que afligem o planeta. O livro de Rhonda Byrne diz que só 1% das pessoas detêm quase toda a fortuna do mundo, porque elas “sabem o segredo”. Será que incluiu traficantes, chefes do crime organizado e políticos corruptos nisso?

    Um susto, uma revelação

    Só depois de ler o livro e ver o filme é que tratei de tecer meus comentários a respeito. Não peço para que meus amigos deixem de vê-los, mas já foi prevenindo. Outro dia, entretanto, fiquei arrepiado quando vi minha filha com o tal “The Secret” embaixo do braço.

    “Está lendo esse livro, filhinha”?, perguntei.

    “Estou, e é bem legal. O cara está detonando”.

    “Não é “o” cara, é “a” cara, uma australiana”.

    “Não, papai, o dela é outro. Esse é o do Philip Hill, um professor americano, e está detonando o livro da Rhonda Byrne”.

    Peguei o livro para ver melhor. A capa era parecida, mas era outro, sim. Pelo jeito o autor resolveu discutir cada detalhe do livro da australiana. Li a quarta capa e a introdução. Minha filha pediu de volta, pois ainda não tinha terminado a leitura.

    Esperei dois dias e estou com ele agora nas mãos. Li em três horas, parando para analisar cada detalhe, checando algumas informações com os livros que tenho. Realmente, mesmo sem negar que a força do pensamento existe, o tal de Philip Hill, com muita classe e informações precisas como um bisturi, vai derrubando cada castelo de cartas construído pelo best seller internacional.

    O livro se chama “Verdades e mentiras sobre a lei da atração”. É bonito, com capa dura, umas 160 páginas, baratinho. Mas o legal é que não brinca com a nossa inteligência. Pelo texto dá para perceber que o professor Hill deve ter ficado um pouco de saco cheio com o monte de exageros que encontrou nas páginas de The Secret. E deve ter ficado preocupado com o que esses exageros poderiam provocar nas pessoas, se é que já não estão provocando.

    Fiquei feliz de saber que há gente como esse professor lutando para que cabeças como a da minha filha sejam poupadas da mediocridade geral. Entrei em contato com a editora que lançou o livro aqui no Brasil, mas fiquei sabendo que o professor Philip não quer papo. Quer se manter quase anônimo lá no seu condomínio perto de Los Angeles, com os filhos, os netos, sem entrar nessa corrida maluca pela fama e pelo dinheiro.

    Entendi e respeitei sua privacidade, pois acho que faria a mesma coisa. Imagino que ele nem quisesse escrever livro algum, só escreveu esse, como professor que é, para tentar impedir que mentiras ganhem corpo e se espalhem pelos cinco continentes. Então, redigi esse artigo, que traduzirei para o inglês e colocarei também em sites e blogs dos Estados Unidos, apenas para que o sr. Philip Hill saiba que ao menos um pai no mundo ficou muitíssimo agradecido com o que teve coragem de escrever.

    Carlos Virgilio Nepomuceno – São Paulo/SP

  38. joão diego disse:

    Livro : Computação Quantica e informação quantica.
    Esse livro pode lhe trazer beneficios.

    Infelismente assisti ao filme durante uns 20 minutos.Perdi uns 20 minutos da minha vida.Esse povo é doente!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: