cpmf, egoístas não pagam impostos


click e ria

O Márcio escreveu um texto super bonito sobre a CPMF, sociólogos, instituições formais e comportamentos informais. Achei o texto bem escrito, é a visão dele e eu ia adorar papear com ele na mesa de um boteco, reforçando mais uma vez o convite. Mas então eu me inspirei a falar o que penso sobre o tal imposto, sobre quem paga e quem é beneficiado. Eu que não sei escrever tão bonito, peço desculpas pelo mau jeito.

O governo fala que ao acabar com a CPMF o pobre vai ficar sem benefícios como as bolsas e a saúde (isso é mentira), eu não to nem aí pra isso (isso é verdade). Vamos aos meus argumentos.

Quando eu falo que o pobre compra produtos piratas e ta fodendo a economia, entre outras coisas, como colocar dinheiro nas mãos do crime organizado, roubar os direitos autorais dos artistas, receita das gravadoras e tals, o pobre diabo me responde que não está nem aí pra isso, ele é pobre (só ele, coitadinho), as coisas custam caro e se ele não comprar pirata ele não poderia tê-las.

Aos meus olhos, o pobre diabo está sendo egoísta, não está nem aí pros outros (e nem aí pro país) desde que ele, coitadinho, possa assistir ao dvd pirata do zeca pagodinho no seu dvd player comprado pelo dobro do preço em 24 vezes nas casas bahia. É o informal querendo ser beneficiado pelo formal. É o informal querendo que só eu seja formal. Se isso não é egoísmo, então eu sou um duende (ou gnomo, dependendo do que você consumiu) que mora embaixo de um cogumelo.

Eu não recebo bolsas do governo, não sou usuário da saúde pública, nunca seria beneficiado por programas de moradia popular do governo. A única coisa que eu faço pro governo é pagar impostos, muito mais que os pobres diabos.

Pago imposto quando encho o tanque do carro, quando pago ipva, quando pago iptu (o pobre é isento, eu pago pra limparem a rua dele) quando compro vinho, quando compro queijos, quando pago o seguro do carro, o seguro saúde (porque não uso a pública), a conta da cantina napolitana, o restaurante oriental, coisa que o pobre diabo não faz. Eu pago imposto pro pobre diabo receber benefícios e ele não ta nem aí pro certo e pro errado, não ta nem aí se o pato é macho, ele quer é ver o ovo. Formal e informal? Ele caga e anda pra isso, é a filosofia da vaca.

Repararam que não é só a CMPF, se eu olho pro lado, puft! tô pagando imposto. Quando eu falo que pago mais imposto que as classes mais pobres que a minha, tentam me convencer que não, não conseguem. É muita desigualdade fiscal.

Se isentassem todos dos outros impostos e deixassem somente a CPMF, a desigualdade seria menor, mas ainda assim eu pagaria mais. Tomem, por exemplo, que eu pago meus funcionários em dinheiro exatamente porque eles não querem pagar CPMF. Eles não pagam, mas eu paguei quando saquei o salário deles no banco. Então vem o sindicalista (espécie em risco de extinção, ainda mais agora que o lula deu mais uma paulada nele, rsrs) dizendo que eu tenho mais é que me foder porque sou patrão e o coitadinho é empregado. Ahãm, sei, to acostumado.

Resumindo, eu pago imposto pra outros receberem os benefícios (sejam eles pobres diabos ou banqueiros) e esses não estão nem aí pra ninguém a não ser pra eles mesmos. Posso até estar consolidando meu lugar no inferno, mas não quero pagar a CPMF. Você pode até não concordar comigo, mas pense a respeito. Você também pode achar que eu sou egoísta. Gostaria de ser, os egoístas não estão pagando impostos.

Anúncios
Marcado com: ,
Publicado em brasil
21 comentários em “cpmf, egoístas não pagam impostos
  1. Chico disse:

    Fala Jr,

    Muito bem escrito o texto do Márcio. Sou totalmente contra a CPMF, embora seja a favor da questão do imposto ser diretamente proporcional ao ganho de cada um. Qto maior a renda, maior o imposto. Justo, muito justo…

    Cabe aqui a mesma analogia que o Márcio faz em relação à formalidade e a informalidade do Estado. É a velha questão da eficiência e da eficácia em uma escala maior…

    Quem provar o contrário e escrever um documento devidamente embasado e cheio de expressões tais como ceteribus paribus, all else equal, Ockham´s razor, falacy of compositiom… depois ainda juntar isso tudo com um pouquinho de matemática e econometria…

    Bom, quem fizer isso pode correr pro abraço e esperar o primeiro Nobel brasileiro.

    Assim como você, pago todos os meus impostos. Mas não deixo de depositar o salário de ninguém no banco.

    Funcionário quer o salário? Vai até o banco! Se eu pago CPMF, ele também pode pagar…

  2. Carla disse:

    Como você, Júnior, também não quero pagar… Não sei se você se lembra, mas, quando a CPMF foi criada, seu objetivo maior era colocar um basta no caos da saúde do nosso país e.. aí?
    Melhorou? Resolveu o problema?
    Já conhecemos, e bem, a resposta.
    Bjão.

  3. Yvonne disse:

    Júnior, há muitos anos atrás, eu vi um programa eleitoral gratuito do PL onde aquele partido mencionou um imposto que substituiria todos os demais, o IMF (Imposto sobre movimentações financeiras). Eu achei a idéia simplesmente maravilhosa porque:

    – acabaria com a sonegação, visto que, quer queiramos ou não, é muito difícil fazer todo e qualquer tipo de transação apenas usando dinheiro.
    – seria muito mais justo, considerando que quem tem cem mil reais na conta paga mais do que quem tem apenas mil e
    – acabaria com toda aquela parafernália para saber quando pagar, quanto pagar, por que pagar, etc.

    Não me lembro de quanto seria esse percentual, mas se não me falha a memória acho que seria 5% sobre o valor que você tivesse depositado em sua conta.

    A tal pessoa provou por A mais B que o governo iria sair lucrando, mesmo acabando com todos os demais impostos. Naquela época eu ainda trabalhava e sabia muito bem o quanto é difícil e CARO para uma empresa importar ou exportar. Muitas delas desistiam.

    Pois bem, achei a idéia FANTÁSTICA. O FHC também, só que ele diminui o percentual e conservou todos os demais impostos.Isso é o que se pode chamar de um grande filho da puta. Agora está essa situação que nós estamos presenciando. O governo está tão refém da CPMF que se deixa chantagear pelo canalha do Renan e ainda por cima resolve fazer uns favores para conseguir a aprovação.

    Mais uma vez repito a frase: TRISTE PAÍS O NOSSO.

    Beijocas

  4. DO disse:

    Claro que não discordo de vc,JUNIOR.
    Assino embaixo ainda.
    Eu ia falar da idéia do Marcos Cintra sobre o imposto único,mas a YVONNE já foi no ponto e falou tudo que eu queria.
    O negócio,meu amigo,é SONEGAR. Só assim pra sobreviver neste pais de ladrões e corruptos.

    Abração!

  5. Caro Junior,

    Obrigado pelos elogios ao texto e a recomendação. Sentarmos num boteco é questão de tempo, logo irá acontecer.

    Então. Duas observações que gostaria de fazer ao teu texto. Ser egoísta não é ruim. Pode ser duro para quem lê isso, mas a verdade é que todos são egoístas, em maior ou menor grau, mas todos nós somos. Claro que ninguém, absolutamente ninguém gostaria de pagar a CPMF, nem imposto algum. E ai vou lhe trazer para dois cenários (utópicos):

    1. Todos pagam impostos e não há como sonegar (CPMF). Mais: o valor arrecadado é muito bem usado pelo governo e há uma transparência na utilização dos recursos, com consulta pela internet e o escambau.

    2. Acabamos a CPMF e todos os outros impostos. O Brasil é um país livre de impostos.

    No primeiro cenário podemos imaginar uma redução substancial de “pobres diabos” e melhor qualidade de vida para todos: segurança e liberdade de ir e vir, poder fumar seu cigarrinho (no caso meu) de janela aberta com o relógio pendurado para fora, ir ao estádio com a família, namorar dentro do carro (como era bom!), os preços dos seguros de automóveis iriam reduzir significativamente, etc, etc…

    No segundo cenário seríamos como a tripulação de um navio após o motim: ficaríamos embriagados de felicidade (e de álcool também, já que o chopp, a caipirinha e o vinho teriam uma redução substancial de preços). Poderíamos ver um novo mundo a nossa frente, até que…

    …percebêssemos que era muito mais barato e fácil pagar impostos e ter acesso a serviços de educação e saúde garantido por nós mesmos, já que mesmo com a eliminação do imposto as empresas de planos de saúde e as clínicas cobravam o triplo do “justo” ao saberem que agora teríamos uma maior fatia da renda disponível. As ruas estariam lotadas de entulhos a serem recolhidos, os hospitais estariam espalhando doenças infecto-contagiosas por falta de recursos para a sua manutenção…

    Claro, tudo isso trata-se apenas de um exercício de imaginação. Utópico, como assinalei. Mas o que quero mostrar é que o debate sobre a CPMF está indo na direção em que eles desejam que se mantenha: a sua simples existência ou não. Por quê não cobrarmos a sua utilização correta, para aquilo que foi criado? Por que não exigirmos do governo uma transparência e metas de resultado para a aplicação dos recursos arrecadados?

    Garanto a você, sairia muito mais barato e poderíamos nos embriagar com responsabilidade.

    Abração meu amigo e reforço: o boteco é questão de tempo! 😀

  6. Num “mundo perfeito” eu não mem
    incomodaria de pagar cpmf. Mas nesse Brasil em que vivemos eu me incomodo e muito. Me incomodo que só a gente pague essa conta que afinal está saindo cara demais. Me incomodo também que eu seja vista como elite só porque trabalho e pago minhas contas e posso pagar um bom colégio para meus filhos, enquanto o pobre que está votando em quem eu não votei seja visto como eterno coitado Eu concordo com você. Não sei se escreveria do mesmo modo, e entendo que o cpmf, se fosse bem aplicado, seria justo. Mas não é e isso é um fato!Pagamos impostos demais para ter de menos e isso é outro fato inegável!

  7. Vc tirou as palavras da minha boca! Incrível! Eu sempre falo isso, que os empresários são tratados como criminosos nesse país! Tb adorei seu blog, pode esperar as visitas…rs..

  8. Thássius disse:

    “Companheiro, a CPMF é a única forma de distribuir renda igualmente. É tão importante que tá na hora do governo abrir a banca e negociar com os tucanos.” (Aquele que nada sabe, aquele que nada viu)

  9. Thássius disse:

    Julia Fontenelles, é porque ganhar dinheiro é feio. Muito feio. E depois não sabem porque os EUA são o que são.

  10. Samanta disse:

    A maioria das pessoas não conseguem entender essa dinâmica dos impostos, dos considerados mais pobres e coisa e tal.
    Ridículos!
    Porque eu também já estou cansada de tanto pagar, pagar e pagar para outros serem os beneficiários.
    Beijos no coração.

  11. Flavia Sereia disse:

    Junior, o pior de tudo é que esse dinheiro não vai para pagar beneficio nenhum, vai é parar dentro da cueda de algum politico, vai servir para eles pagarem pensão das outras que eles pegam por ai, vai servir para comprar jatinho para não sei qual ministro. Quem acha que essa grana toda vai encher a barriga do pobre está redondamente engando. é ou não é? rs

    bjs

  12. Lula disse:

    Roubei DESCARADAMENTE essa foto aí em cima. Hehehehe.

    Abração geral.

  13. Junior, se não aprovarem a CPMF o governo cria outro imposto no seu lugar. Não tem saida, pro povo é ou dá ou desce, da arrecadação gigantesca é que não vão abrir mão. Agora pra livrarem a cara do Azeredo os tucanos abriram as pernas pra CPMF, já viu né?

    E a Cisco versus PT, hein? mais uma parada do “não sei de nada” chegando. Afffffffffffe

    Beijo grande

  14. NEGÃO disse:

    Junior, como é que nenhum jornal te convida pra escrever uma coluna? Nota 1.000, de novo! Arrebentou a boca do balão! Assino embaixo!!!

  15. Marcos disse:

    Não me recuso a ajudar a quem precisa, porém, eu quero ajudar a quem Eu quero e não a quem Lula e seus aceclas querem. Meu interesse é ajudar a quem eu acho que precisa e merece e não a quem vai dar voto pra qualquer filho da puta. Esse papo de bolsa é o assistencialismo oficializado que tanto os esquerdistas, petistas ou não, recriminavam quando estavam em baixa. Também não quero pagar essa porra!

  16. Esse nordestino filho da puta não merece ter vc como patrão. Nordestino é preguiçoso, indolente. Eu sou excessão da regra, Junior.
    Liliane de Paula

  17. Cejunior disse:

    Tô contigo e num abro: abaixo os impostos! Sem essa de justiça social, divisão de renda, crescimento do pais e outras baboseiras! Já ouço essa história há anos e cada vez, a troco de qualquer coisa, aumentam impostos, arranjam uma maneira de te extorquir.
    Chega de palhaçada! Na verdade nosso dinheiro vai é sustentar essa máquina paquidermica e ultrapassada que é o estado brasileiro!
    Financiar todo o tipo de negociatas, roubalheiras, corrupção, roubo e até assassinatos que esses miseráveis que se dizem autoridades cometem a torto e a direito.
    Para assistir cenas ridículas, deprimentes e revoltantes que temos assistido, atrás do nosso trabalha, prefiro não pagar nada.
    O povo brasileiro tinha mais é que sonegar impostos, em grande escala, para quebrar essa máquina podre que diz que nos governa!!!

  18. Luma disse:

    O povo fica de blablabla e não faz nada. A CPMF perdeu a validade. Porque é o senado que tem que validá-la novamente? pode me responder isso e falar aquilo que tá pegando!? 🙂 Sou contra a CPMF e mais, as grandes empresas não fazem movimentação por cheques, então, delas o governo não arrecada. Mais uma vez a classe media, mediana e baixa, pagam por ela. Tenho nojo em ver a propaganda de abertura que a Regina Casé participa! Ela é povão?
    Beijus

  19. Junior, te indiquei para receber um selo e tb te passei uma missão, que está lá no meu blog. Abraços,

  20. Tina disse:

    Oi Junior!

    Eu concordo com você totalmente: e eles, os maiores beneficiados, não estão nem aí. Não mesmo.

    beijos querido e boa semana,

  21. Blogueiro disse:

    VOCE NÃO ESTA NEM AÍ SE O POBRE FICAR SEM COMER. MAIS IMPORTANTE É O SEU UMBIGO, DIGO, BARRIGA.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: