lixa na mão, mão inglesa na direção

Pois é, pouco mais de uma semana de SC. Muito trabalho.

Passei a semana trabalhando numas encomendas que a Bianca tinha.

Passei a semana aprendendo. Pinta o fundo de branco, lixa tudo bem lixadinho pro toque ficar agradável. Primeira demão de tinta na cor criada exclusivamente para aquela peça, que é exclusiva praquele cliente, feita especialmente praquela ocasião tão especial. Lixa novamente, segunda demão da tinta, sente com os dedos se precisa lixar novamente, terceira demão? Sim, porque tudo tem de ficar perfeito. Mesmo tendo acompanhado à distância o trabalho da Bianca por todo esse tempo, não imaginava o trabalho que dá pra produzir as suas tão famosas e exclusivas peças.

Como a Bianca tinha muitas “artes” pra fazer, passei bastante tempo sozinho no atelier. Tive tempo de sobra pra pensar em como tudo estava diferente, pensar em mim ali com um pedaço de lixa nas mãos, os dedos deslizando pelas bordas das peças, sentindo a madeira, quem diria? Justamente eu que nunca lixei nem as unhas. Aquele silêncio, um puta visual, os pássaros fazendo algazarra, galos cantando e galinhas cacarejando crescendo soltas no bosque… A Bianca chegando com uma caneca de café quentinho e um pedaço de cuca de nata. Gostou? Eu adorei.

O cão Ozzy também gostou, depois de uma semana ele e a Ballerina estão acostumados um com a outra (ou o contrário, como queira). Já são raros os arranca-rabos dos primeiros dias, mas ele ainda corre atrás das galinhas e seus pintinhos.

Depois de só uma semana eu já tô falando “passear com o cachoro”, “subir o moro”, “dirigir o caro”, “morer de fome”, “fazer churasco”. To até chamando lâmpada de “foco”. Até falo “tu uma fez” no final de todas as frases. Rss

Aqui tem mão inglesa, a gente ta dirigindo normalmente e ao virar uma esquina, topa com uma placa indicando que aquela rua tem mão-inglesa. É engraçado, mas a gente anda com o carro pelo lado esquerdo da rua, só que sentado do mesmo lado esquerdo do carro. O resultado disso é que não dá pra ultrapassar. To até pensando numa invenção nova, um assessório novo pra instalar nos carros e facilitar as ultrapassagens nas ruas de mão inglesa, chamarei de frontevisor.

Tenho muitas fotos bem legais, vou colocar depois, ainda não consegui nem mesmo ligar meu pc e até esse post não está saíndo como eu gostaria, faltam fotos. Também está difícil de escrever, além de ser quase impossível comentar os posts de vocês. Mas passamos o domingo pintando as paredes do nosso futuro “studio”. Sim sim, como se não nos bastase o atelier, teremos também um studio, chiq não é mesmo?

Não tenho mesa, mas tenho 2 cavaletes usados e um projeto. Conversei com o Seu Adão, um dos marceneiros que fornece peças sensacionais para Bianca, ele disse que eu posso dar uma revidara no “pinguero” da marcenaria, que é uma pilha de taboas usadas ou velhas, ou ainda sem uso. Assim, minha mesa será construída por mim mesmo usando materiais usados, e vai ter aquela cara de improviso despojado que eu gosto tanto. Aguardem.

Estive tão ocupado essa semana que também não consegui sair pra pescar. Mas têm muitos ribeirões de água cristalina há 10 minutos qualquer lado que eu vá, lugares sensacionais pra eu poder pescar com fly. Sim eu pesco com fly. E também pratico o catch & release, solto praticamente tudo que capturo. Vai ser engraçado quando o pessoal daqui me vir lá no meio do ribeirão, com água quase pela cintura, pescando daquele jeito diferente, com aquela linha grossa voando pra frente e pra trás sobre a cabeça.

A Bianca disse que eu vou virar atração turística, falou que ao passar de carro pela beira do ribeirão a Frida vai falar pro Fritz:

Nei, nein, nein, hast du gesen? Das farechkte Man ess schon vieder da in das fluss mit zeine komishe fishange!
(Não, não, não, tu viu? O homem maluco está lá no rio novamente com a sua varinha de pesca esquisita).

Rsss. Será que é legal ser atração turística? Não sei, mas daí eu conto pra vocês.

Anúncios
Marcado com:
Publicado em monstro da semana
9 comentários em “lixa na mão, mão inglesa na direção
  1. Bruna disse:

    Junior, que alegria!!! Que surpresa!!! Que emoção!!!
    Acredito que não só você: todos esperávamos que o próximo passo do relacionamento de vocês seria realmente a mudança da Bianca pra SP!
    Quem diria, não é mesmo?
    Tenho absoluta certeza de que foi uma atitude muito bem tomada por você.

    Bem, o que posso escrever diante de uma novidade tão maravilhosa?
    Só desejo mesmo que vocês sejam muito felizes! Que vocês realizem todos os sonhos sonhados! Que continuem com todo este amor, e que este amor só cresça e cresça, todos os dias!

    Sintam-se abraçados!
    Beijos aos dois!

  2. Herika disse:

    Novos ares, nova vida, novo blog… rsss…
    Felicidades aos pombinhos. Uma vida mais bucólica faz bem a qualquer pessoa, principalmente ao lado de quem se ama.
    Também amo São Paulo, nunca morei em outra cidade no Brasil, mas conheci o Japão e uma vida mais desacelerada, me fez bem.
    Beijos!!!

  3. Eloy disse:

    Júnior, que bom que está se adaptando às mudanças.
    Qualquer hora vamos aí (assim que receber um convite. hehehe).
    Daí te ajudo a fazer parte da atração turística. Aqui em Joinville em algumas regiões o pessoal já se acostumou a ver “os loucos com vara de linha grossa que não pegam quase nada e quando pegam ainda soltam!! Que absurdo! Soltar um peixe!”

    Hehehe. Não sabia que a Bianca trabalhava com artesanato, a Patrícia adora tudo que é artesanato. Quando for aí, melhor deixar a carteira em casa. hehehe.

    Abraço.

  4. Luma disse:

    Júnior!! Muda e não avisa! Não deixa endereço? Estava lendo o blogue e pensei “Uai, conheço esse povo”!
    Como cheguei aqui? Através do link capturado pelo technorati.
    Eu também fiz isso Júnior, sai de uma cidade grande e fui para uma menor, tentando encontrar sossego, mas não faça como eu, não caia em armadilhas! Parece que em cidade pequena teremos mais tempo pra tudo e nem sempre é isso que acontece. Ah! Lembrei de quando o meu pai fechou a rádio e eu levei pra casa uns bolachões como relíquia. Os discos pesavam bem nas minhas mãos de criança. Eram gravados programas inteiros distribuidos para as rádios credenciadas, ficando o radioman, hoje DJ, fazer as propagandas. Sem lero, tinha uma música, cantada pelo Eduardo Araújo, era a música inteira cantando o mesmo refrão e eu adorava. Criança já viu! Dizia “Eu não vou mais trabalhar, só vou criar galinha…eu não vou mais…”
    😀 De vez em quando ainda canto!
    Boa sorte na sua nova fase de vida! Que você e Bianca construam o lar que sempre sonharam. Isso sim vale a pena!! Beijus

  5. Carla disse:

    Algumas mudanças em nossas vidas são tão pro bem, né?
    Fico feliz ao saber que vocês estão felizes e que a adaptação tá tranquila.
    Que tudo dê certo pra ti e pra Bianca.
    Bjão.

  6. Jôka P. disse:

    Cachorros são tão animados e brincalhões ! Esses seus são dois fofos, parecem ter saido de um filme da Seção da Tarde !
    Tenho uma gata, mas ela é filha única, a minha querida Cindy é uma felina elegante, bestinha, melancólica e vagamente depressiva.
    Não conhecia esse seu blog, nem sei com vim parar aqui !
    Bacana ! Felicidades ao casal !
    Abç!
    😉

  7. Jôka P. disse:

    Hummm… é “Sessão”, né ?!?! 😦

  8. Carol disse:

    Adorei saber da sua vida nova. Será que quando eu finalmente conseguir escolher algumas fotos e fazer meus pedidos pra Criadora, vc vai lixar minhas caixinhas? 🙂
    Bjs!

  9. Lula disse:

    Jr amigão! To feliz em saber que vc tá feliz, junto de quem ama. Que o ‘cachoro’ Ozzy, com sua infinita sabedoria, consiga controlar tudo poraí.

    É isso aí! Passe uma lixa e elimine tudo que não presta, dando forma, tato e aparência à um futuro lindo.

    Beijão em todos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: