Lixo humano, lixo urbano

Vocês já sabem que eu pratico fly fishing e to sempre me metendo em enrascadas por conta disso.

Aqui em Indaial (SC) tem o Parque Ribeirão das Pedras. O parque tem lá seu pavilhão de eventos, um kartodromo bacana e uma das melhores pistas de MotoCross do Brasil. Tem também uma coisa lá que eles chamam de complexo esportivo que nada mais é que um gramado rodeado por uma pista de brita. Não vou falar da cara de pau dos políticos que o inauguraram. Nada disso é o motivo do texto.

A lagoa

O que me interessa no parque é a sua lagoa, onde é permitido pescar.

É uma lagoa de bom porte com uma boa extensão de margem gramada até e água. Mas eu gostei mesmo foi da margem oposta cercada pela mata alta e de difícil acesso. Difícil pra quem não tem nada pra fazer desse lado, mas pra quem pesca, nada é tão difícil que impeça alguma incursão. E lá fui eu e a Bianca (já pensaram nos seus presentes de natal?), que nunca havia se aventurado por aquelas bandas.

O lixo humano

Mas o que era pra ser uma prospecção para futuras pescarias se transformou em uma ação de limpeza. Vocês ficariam impressionados com a quantidade de embalagens de salgadinhos, sacolas de supermercado e garrafas PET que encontramos nas margens menos frequentadas.

Algumas coisas foram claramente depositadas ali provavelmente por quem se aventurou praqueles lados seja para pescar ou qualquer outra coisa. Mas muita coisa havia sido obviamente carregada até lá pelo vento. Tá certo que o parque não tem lixeiras, mas se eu levo o meu lixo pra casa, porque os outros não fazem o mesmo me obrigando a levar o meu e o deles?

Seja como for, em menos de 2 minutos havíamos feito 2 boas pilhas de lixo humano e já tínhamos percebido que não conseguiríamos limpar o que faltava e teremos de voltar lá com vários sacos pra recolher toda aquela sujeita. Eu e a Bianca ficamos envergonhados por diversas razões. Gente assim, além de nos envergonhar não merece aquele parque. Não merecem que se faça muito por eles. Talvez seus filhos merecessem ser arrancados dos pais através da educação.

O lixo urbano

Fala-se muito sobre o destino do lixo urbano coletado das nossas residências, mas pouco se fala do lixo que não é coletado. O Oceano Pacífico tem 2 gigantescas plataformas de lixo boiando, praticamente 2 ilhas de lixo no oceano. Os animais estão morrendo por comê-la (trash vortex). Se você tiver estômago, veja a autópsia de um deles, veja a quantidade de plástico que ele comeu.

Canso de ver gente jogando lixo nas ruas, pelas janelas dos carros, muitas vezes dos seus carrões modernos e caros. Gente porca, gente atrasada, gente que nos envergonha.

Post Scriptum I: Vejam como foi minha pescaria no local.

Post Scriptum II: A idéia nem é uma blogagem coletiva, mas acho legal escrevermos sobre o assunto, já aderiram: O Xará, a Flávia, Luci, antes ainda o Cirilo Veloso

Anúncios
Marcado com: , , , , ,
Publicado em meio ambiente
32 comentários em “Lixo humano, lixo urbano
  1. Também fico envergonhado com esse tipo de coisa! Vê lá se essa gente deixa lixo jogado dentro de casa (vai ver até deixa mesmo…)! Fico vendo, no Rio, aquele batalhão de garis limpando a cidade e um zé mané qualquer jogando lixo no chão e falando que paga imposto e a prefeitura tem mais é que limpar… Essa é a mentalidade desses autenticos boçais, gente mesquinha e, antes de mais nada, um bando de FDP!!!
    Já fui atingido por uma lata de refrigerante atirada da janela de um carrão, em plena praia de Ipanema!!!!
    Falta de educação, solidariedade, cidadania e inteligência não tem classe social: tem boçal prá tudo que é gosto!
    Estamos deixando um mundo de lixo para nossos descendentes, sem o menor remorso!
    Vamos ser amaldiçoados por isso, é assim que vão se lembrar de nós no futuro.
    Um abração.

  2. Silvia disse:

    Oi Junior,

    As vezes eu me animo e acho que o ser humano está evoluindo. Já pensamos em não usar sacolinhas de plástico nos supermercados, já não lavamos as calçadas com a mangueira. Mas precisa melhorar e muito ainda, as pessoas acham mais fácil colocar a responsabilidade nas mãos dos outros (governantes), a fazer alguma coisa.
    Quantos pegam o lixo dos outros como vocês fazem? É mais fácil criticar os outros do que agir.
    Coisas simples podem servir como exemplo; outro dia, dentro do ônibus, um rapaz jogou um papel no chão, eu levantei de onde estava, peguei o papel, não disse nada, a maioria olhou e ninguém falou uma palavra, mas precisava ver a cara do rapaz…acho que ele nunca mais joga, hahahaha

  3. Carla disse:

    Com certeza, Júnior, a educação não chegou pra essas pessoas que fazem isso que você mencionou no seu post.
    Fico injuriada até de ver as pessoas na rua, jogando lixo no chão, quando têm lixeiras disponíveis perto delas.
    O que falar dos rios, dos mares, dos lagos, da natureza?
    No futuro, não muito distante, vamos chorar pelas perdas.
    Bjo. Pra Bianca também.

  4. Flavia Sereia disse:

    Eu fico indignada do mesmo modo que vocês, aqui também tem lixo jogado pra tudo lado, eu ia fazer um comentario grande, mas resolvi é me juntar a voce e fazer um post também pra mostrar a minha indignação.

    bjs

  5. […] que estou aprendendo a cultivar. A propósito, leia um pouco sobre a consciência ecológica sobe lixo urbano que encontrei por […]

  6. […] Humano Escrito por Flavia Sereia Lendo o post do blog do Júnior, Escalafobetico, sobre lixo humano, resolvi escrever também sobre o […]

  7. Bruna disse:

    Oi Junior,

    Um absurdo, o planeta precisa de cuidados pra continuar nos hospedando. Gente tão alienada (e porca) devia ir pra um paredão.

    Beijo grande

  8. DO disse:

    Dá muita vergonha mesmo,JUNIOR.
    Alias,é mais um exemplo típico da falta que faz a bendita EDUCAÇÃO neste país.
    Abração!!

  9. Yvonne disse:

    Júnior, a Luci também escreveu sobre o assunto. Dá vergonha ver o que o ser humano anda fazendo com esse nosso planeta tão lindo. É uma lástima.
    Beijocas

  10. Tina disse:

    Oi Junior!

    É de envergonhar mesmo. Se aí que é uma cidade pequena o pessoal não controla, imagine aqui em SP… Já passou de hora do povo se conscientizar.

    beijos querido e boa semana!

  11. Cruel Junior, vc deixa a frigideira e não avisa que está com outro blog. Penei procurando vc. Até no blog da Bianca lhe procurei. Fico feliz de lhe encontrar. Vê se manda uma fota das feiras daí.
    Liliane

  12. Eloy disse:

    Joza, este ano tive o prazer de fazer uma pescaria em mar aberto, fomos 30 milhas mar adentro e o que mais me assustou foi a quantidade de lixo que tinha lá no marzão, no meio do nada… só lixo. Predominavam embalagens de balas, garrafas pet e sacolas de mercado. No meio do lixo estavam os peixes pequenos e atrás dos pequenos os peixes maiores.
    Bom, não vou falar muito sobre este assunto senão vou começar a falar umas verdades sobre a espécie humana.

  13. Luci Lacey disse:

    Junior

    Criticamos o governo que sabemos nao valer nada mesmo, mas tem atitude que so depende de nos, nosso futuro, nossos netos e geracao futura.

    Fico maluca com lixo, descaso e vandalismo.

    E pura preguica e falta de higiene consigo.

    Junior, manda bala numa blogagem coletiva e conte comigo, e creio que os demais.

    Vamos denunciar, mostrar a safadeza e sem vergonhice do povo que nao colabora e so quer reclamar.

    Olha, linke o Cejunior ai conosco, ele tambem postou sobre um sofa que algum marginal jogou no mar.

    Junior,vou te linkar.

    Um show teu post.

    Beijinhos

  14. Luci Lacey disse:

    kkkk

    O Xara, vc ja linkou o Cejunior, desculpe-me kkk

  15. Pronto Junior. Já coloquei vc por lá, novamente, de onde nunca deveria ter saido(risos). Muito bom poder voltar a ler seus textos. Como vai Ozzi?
    Liliane

  16. A falta de higiene é proporcional a falta de educação. Infelizmente nem todos tiveram a nossa sorte de termos freqüentado boas escolas e principalmente de termos mães e pais que – pelo menos tentaram – nos educar.
    Suas fotos estão bacanérrimas, Jr. ! 8)

  17. Luma disse:

    Então, tem aquela música que diz o que você faz escondido no banheiro, saca? Existem alguns “educadinhos” de fachada que quando ninguém está por perto, incorrem no erro. Mas é de pequeno que se torce o pepino! Aqui, as escolas levam crianças para passeios em parques, lugares públicos, praias, justamente para fazer essa limpeza que você fez, porque o futuro a eles pertence. E os papis que colocam filhos no mundo deveriam pensar que a melhor herança, não está em deixar bens materiais, mas deixar um mundo em que seus filhos possam ter uma vida saudável. Beijus

  18. Parece até aquele desenho animado, onde o cara vai pescar e vem bota, vem pneu, vem âncora, só não vem o peixe.

    Uma pena que ainda existam MUITAS pessoas que não tem consciência de limpeza. Aí no sul é um pouco mais educado, mas aqui no Nordeste, por exemplo, muitos são os que comem e jogam lixo no chão, mesmo estando perto de uma lixeira.

    Tremenda falta de educação.

  19. DO disse:

    Um otimo final de semana à vc,JUNIOR

    Abração!!

  20. Lugirão disse:

    Adoro pescar, e odeio quem não cuida do seu próprio lixo, e não pensa.

    Pois quem abandona lixo, não deveria ter o direito de frequentar lugares como esse, usar algo, tipo uma tarja, sou sujo, odeio limpeza, sou a favor que o lixo domine o planeta, coisas assim.

    Para que as pessoas fugissem deles como fugimos de marginais. Estou sendo radical? sim , estou e nesse caso , não me arrependo nem um pouco.

    O seu post valeu o clique, Parabéns.

  21. […] o post do blog do Júnior, Escalafobetico, sobre lixo humano, resolvi escrever também sobre o […]

  22. Rapaz, postei sobre o lixo plástico (“Alerta: Um oceano de plástico”) dia 20 do mês de agosto passado lá no “Simples”. É realmente um absurdo o quão porcalhão o ser humano pode ser.

    Confere aqui: http://is.gd/3EHs

    Obs: pode acessar o link acima, Junior. Eu apenas usei um serviço para encurtar a url e assim não passar dos limites da caixa de texto dos comentários.

    Abraços.

  23. Lula disse:

    (Achei que tinha comentado aqui)

    Pois é, é uma tristeza mesmo tanto lixo produzido por nós mesmos. Veja o resultado das eleições. Veja as ruas.

    Mas eu notei uma coisa no post: Se fosse PROIBIDO PESCAR na bela lagoa você ficaria bravo?

    (Hehehehehe…num guentei!)

    Beijão em tudo e todos, principalmente no meu saudoso e querido Ozzy, A Fera.

  24. […] de economizar alguns dinheiros damos uma sobre vida a alguns materiais e deixamos de gerar mais lixo urbano, o que certamente aconteceria se comprássemos carretéis novos de fios de metal para atado. É […]

  25. […] você está preocupado com o meio ambiente, veja dicas de comportamento ecológico durante seus […]

  26. […] de economizar alguns dinheiros damos uma sobre vida a alguns materiais e deixamos de gerar mais lixo urbano, o que certamente aconteceria se comprássemos carretéis novos de fios de metal para atado. É […]

  27. […] você está preocupado com o meio ambiente, veja dicas de comportamento ecológico durante seus […]

  28. […] que estou aprendendo a cultivar. A propósito, leia um pouco sobre a consciência ecológica sobe lixo urbano que encontrei por […]

  29. […] que estou aprendendo a cultivar. A propósito, leia um pouco sobre a consciência ecológica sobe lixo urbano que encontrei por […]

  30. […] de economizar alguns dinheiros damos uma sobre vida a alguns materiais e deixamos de gerar mais lixo urbano, o que certamente aconteceria se comprássemos carretéis novos de fios de metal para atado. É […]

  31. […] você está preocupado com o meio ambiente, veja dicas de comportamento ecológico durante seus […]

  32. wandria mendes *-* disse:

    Obrigada pela informação!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: