Camisinha com textura não pode

camisinhas com textura

Dia desses me surpreendi com o Supremo Tribunal Federal (STJ) “coisando” (help me lawyers) jurisprudência ao dizer que um acusado de homicídio (assassinato, cabeção) deveria aguardar o processo em liberdade até que se esgotassem os recursos. Boa. Na mesma semana, até ontem, fomos bombardeados com notícias relatando as fugas das prisões. Em 60 em Florianópolis, 16 em Itapema, mais trocentos poraí afora, até aqui em Indaial escapuliram 2, entre eles um ex-vizinho traficante de quem já falei (por aqui durmo com a famosa Espiga22 ao lado da cama). Nessa semana, com a chegada do carnaval e a preocupação da polícia com as festas, certamente haverá nova onde de fugas. Fiquei pensando que em um país onde as leis tão legais dificultam barbaridade à ida de criminosos para a cadeia, também está ficando cada vez mais fácil sair dela. Em 44 dias o presídio de Blumenau teve 6 fugas. Depois disso tudo, fizeram uma confusão e soltaram presos por engano.

O seriado Prision Break fez um sucessão nos USA, aqui seriado de gente que foge da cadeia é filminho pra sessão da tarde. Ai ai, eu me divirto.

E essa é para os aposentados, pensarem. O lula deu um reajuste maior pra quem tem valor de aposentadoria menor com a desculpa da igualdade. Para quem ganha até um salário mínimo o reajuste é de 12,5%, razoável, mas pra quem ganha acima, 2, 3 reais a mais o reajuste é de apenas 5,9%. Não sou economista, fiquei pensando com as minhas moscas e cheguei à conclusão que o aposentado que durante anos contribuiu com mais e que daqui a pouco vai ganhar igual ao que contribuiu com menos, vai ser penalizado com a igualdade dos desiguais. Pensa se isso faz sentido pra você. Faz?

Você, assim como eu vimos alguns barrigões de grávidas nos jornais, e não foram barrigas carnavalescas. Os pocotós que tiveram oportunidade de estudar queimaram a moça grávida e conseguiram corroborar minha a tese de que escola não representa necessariamente boa educação, que deve vir de berço, de família. Família que anda em falta por aqui. A imprensa se deleitou em mostrar casos de trotes violentos e medievais, mas a boa notícia é que eles são minoria.

Quase que ao mesmo tempo, na Suíça, os últimos indícios de que a falta de valores morais minimamente decentes não são privilégios só nosso parecem estar indo por água abaixo. Segundo especialista de lá, a história da brasileira é bem à brasileira. Brasileiríssima a ponto de outros brasileiros desistirem de colocar as suas mãos no fogo pela advogada, e cancelarem as manifestações. Tá com dó, pega pra você. O pai dela, também advogado, correu ligeiro pra pra Suíça, me fez lembrar um dos últimos casos cuti cuti da imprensa em que um pai advogado saiu em defesa do filho, você lembra?

A pergunta que fica é, a Globo levou o Celso Amorin e o lula a meterem os pés pelas mãos (novas, aham) porque saiu noticiando em tv, jornal, net sem checar nada antes, fazendo jornalismo de 5ª categoria. E fica assim?

Uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa. Berlusconi (na chamada fazendo referencia ao Mussolini, quanta criatividade) lá da Itália querida alterou com aprovação do Senado deles, a legislação que regula a imigração para o país. A idéia geral é dificultar a vida de estrangeiros ilegais morando na Itália. Quer um exemplo revertido do discontrário? Lá vai: Se você, italiano ilegal morando no Brasil, for pego e desobedecer à ordem de deixar o país estará sujeito a prisão, capicce? Teve gente gritando, até o DO que assim como eu não gosta de discriminação, gritou. Tem até gente dizendo que vai começar tudo de novo. Menos, pessoal, menos. Na minha humilde opinião ZéRuela, acho cuti cuit imigrantes legais. Mas se forem ilegais pau neles. Manda de volta com os custos para o país de origem, pegou pela segunda vez, porrada. Se quer imigrar pro meu país será bem vindo, olha aqui o nosso processo de imigração, siga-o, aham. Faça de acordo com as leis do pais que vai te receber, aham. O cabra vem viver no meu país e começa por desrespeitar as leis de imigração não vai respeitar mais porra de lei nenhuma. (ia linkar direto o post do DO, mas alguém funhanhou os permanent link dele, imagina se vai ter pingback, tadinho).

Antes de terminar, vamos premiar quem chegou até aqui falando de sexo nos USA. Lá tem um estadinho chamado Georgia onde por força de lei, é proibido sexo anal e oral em qualquer circunstancia e sexo antes do casamento é chamado de fornicação. Piercing em genitália feminina dá 20 anos de prisão, mas pra homem pode; Agora com uma nova lei também não pode qualquer aparelho de estimulo genital, a lei também proíbe camisinhas texturizadas. Para aqueles que adoram falar mal dos vizinhos de América, fiquem tranquilos, isso é só no estado da Georgia e por isso acabei de riscar esse estado da minha lista de prováveis destinos de fuga, eu seria enforcado num estado assim. Felizmente na maioria dos USA, a libertinagem ainda rola solta. Brincadeiras à parte, você imagina se por aqui o estado (pensei no Sarney e nos Collors) tentasse, por força de lei, interferir na sexualidade brasileira pocotó?

Agora sim, pra terminar, uma dica de viagem pro Carnaval, que tal passa-lo em um lugar hiper onde não existe carnaval? Onde você pode andar de bike, fazer trilhas, nadar nas represas tomar banho de rio, andar a cavalo e pescar, se gostar. Enfim, que tal conhecer os Encantos de Rio dos Cedros? O Meu carnaval será em Sampa, mas logo logo eu volto pra lá pra pescar igual o Brad Pitt.

Anúncios
Marcado com: , , ,
Publicado em monstro da semana
4 comentários em “Camisinha com textura não pode
  1. Carla disse:

    Uma coisa a gente não pode negar: nosso país é rico em…paradoxos, né?
    Dizem, sempre, que faz parte…
    E um carnaval pra lá de “descansante”?
    Podeeeeee….
    Bjo e otimo findi.

  2. DO disse:

    Claro que eu concordo contigo qto ao tratamento aos ilegais,JUNIOR. Mas eu sempre me coloco no lugar “do outro ” antes de formar uma opinião. Suponhamos que aqui,o País das Maravilhas vire MESMO uma república petista “bolivariana” dos sonhos que o Fidel sempre quis. Lógico que muuuita gente ia se mandar daqui. Íamos pra onde? Qual país nos receberia? Ainda mais do jeito que o mundo está hoje,teria que ser na clandestinidade mesmo. Europa,EUA,Japão,escolha o país que quiser,a vida jamais seria como no SEU país. Mas qdo vc opta por sair,é pq a esperança aqui já se foi,já acabou e não te resta outra alternativa,a não ser viver ILEGAL em outro lugar.

    Não acho isto errado,muito menos crime. É uma simples questão de sobrevivencia.

    Abração e valeu pela referencia,rssss. Quem sabe um dia eu deixe a droga do BLOGGER BRASIL e migre pra um melhor.

    Querido Amigo DO, tem gente que rouba e mata alegando questão de sobrevivência. Eu também não me coloco no lugar de quem age fora das leis, sunto muito. Mas pensando na sua hipótese, se nenhum país quisesse nos receber legalmente, é sinal que nós somos mesmo merecedores do lugar de onde queremos sair. Pense num espanhol recebendo um brasileiro que deixou o país dele virar essa merda que você citou querendo ser seu vizinho? Se ele deixou o país dele virar essa pocilga, o que ele fara num país estrangeiro vivendo como ilegal? Por isso eu não gosto do brasileiro, porque ele foge, se engana e depois foge. Prefere viver escondido e sofrendo preconceitos por estar fora da lei num lugar estranho a lutar pelo bem estar do seu país. Hehehehe, não é muito engraçado? Beijos queridão, e uma ótima semana pra ti

  3. Luma disse:

    Proibição de imigração no Brasil? Já aconteceu em 1929, quando o governo proibiu a entrada de emigrantes italianos, que eram a principal mão-de-obra principal nos cafezais, mas infestavam o Brasil como os brasileiros infestam o mundo todo.
    O governo tem que dar garantias de sobrevivência ao brasileiro aqui dentro do país antes que ele opte por ser exportado. Cresce o número de tráfico humano (escravo), Brasil e Haiti lideram o envio de crianças e mulheres. Enquanto isto, o governo lulla rejeita ajuda da ONU para combate à prostituição, resposta ao valor que seria enviado para combater a pobreza nas ‘zonas’: dinheiro não é problema.
    O mundo está contaminado pela violência e não será criando leis mais violentas que iremos sanar o problema. O mal tem que ser cortado pela raiz e aprendemos desde cedo que a família era a célula da sociedade, cadê? Um país em que as mães preferem sair de casa para trabalhar fora, colocando um empregada que ganha a mesma coisa que ela, só para dizer para as ‘amigas’ que trabalha fora. Criaremos bandidinhos sim!!
    Quem sabe agora com a fuga dos presos, a justiça reveja os que estão lá presos com penas cumpridas e aqueles que ainda nem foram a julgamento.
    EUA todo é arcaico e algumas cidades americanas são como que não pertencessem aos EUA. Veja New York, toda sua base é brasileira e holandesa. Beijus

  4. lubom disse:

    muito legal seu blog, descobri só agora pelo link que ficou no seu comentário lá na minha casinha e tou curtindo um monte, adoro seu jeito de escrever! pena que não o descobri antes, mas agora vou te visitar sempre.
    beijinho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: