A Vergonha Acabou

O meu querido amigo @Cirilo do Simples Coisas da Vida republicou um texto bem bacana, falando sobre o que acontece numa nação quando a vergonha acaba. É um belo texto e quando comecei a pensar no comentário que deixaria, me inspirei a ser repetitivo por aqui mesmo, ao invés de ficar me repetindo em blog alheio, mesmo sabendo que seria, como sempre fui, super bem recebido por lá.

Sobre o texto, colocaria mais 2 ou 3 parágrafos, que seriam mais ou menos assim:
(que venham trolls, os oprimidos e coitadinhos que nunca tem culpa de nada e seus coniventes defensores)

sem vergonha

Quando as pessoas, os cidadãos comuns alardeiam aos quatro ventos que baixaram o filmes, músicas e software piratas da internet é porque a vergonha acabou. Quando o sujeito pede para comprar mais barato e sem nota é porque a vergonha acabou. Quando o sujeito vende sem nota é porque a vergonha acabou. Quando o cidadão vai no “muambacenter” e compra seu MP# contrabandeado achando isso a coisa mais normal do mundo, é porque a vergonha acabou. Quando o cidadão vive a vida cometendo os delitos do dia a dia e correndo atrás do velho jeitinho brasileiro é porque a vergonha acabou.

O povo brasileiro internalizou a corrupção, aceita e pratica todos os dias, nos seus pequenos hábitos. Ao invés de sentir vergonha ainda se orgulha de sua esperteza.

Você espera que esse eleitor escolha alguém diferente dele para ser seu representante?

A classe política de um país é reflexo de seu povo.

Um deputado que manda seu filho viajar com passagens aéreas públicas está metendo a mão no “meu” dinheiro igual a você quando pede para pagar o seu dentista “por fora”. O deputado não é diferente do povo que o elege, ele não tem menos vergonha que o seu povo.

não sei de quem é essa manjadíssima imagem que peguei na net

Anúncios
Marcado com: ,
Publicado em costumes
24 comentários em “A Vergonha Acabou
  1. Você tocou num ponto que eu sempre suscito em conversas com amigos: o jeitinho brasileiro e a suposta esperteza de sempre levar vantagem em tudo.

    Se a corrupção está incutida na origem, como cobrar comportamento diverso dos que têm o poder nas mãos? Se nós (e quando falo nós refiro-me a seres humanos, porque eu mesmo não me incluo na classe de brasileiros-pocotó) queremos nos dar bem sempre e a qualquer custo, por que esperar que eles lá no topo também não queiram o mesmo?

    Eu uso um exemplo prático e verídico para ilustrar o meu pensamento. Se você for parado por um policial inglês por excesso de velocidade e, pretendendo se livrar da multa, oferecer 100 libras a ele, será preso. Não porque seja pouca a quantia oferecida, mas por ser errado. Essa ideia (agora sem acento, infelizmente) está arraigada na mente dele. Aqui o que ocorreria, no mais das vezes? O infrator ofereceria cinquentinha (inclusive já anda com a nota da onça na carteira para uma “eventualidade”) e ficaria por isso mesmo. A impunidade continuaria a fazer seguidores. Seguidores, sim, porque não coibindo as práticas ilícitas o que se forma é uma legião de potenciais infratores, certos de que no Brasil para tudo há um “jeitinho”.

    E outra, de onde vêm os políticos e homens de poder? Da mesma sociedade corrupta em que vivemos. São produtos da mesma lama fétida que nos rodeia. Não há salvação, a menos que mudemos a base educacional. Se não educarmos os mais jovens desde a mais tenra infância sobre as normas de boa conduta, de honestidade, de correição moral, nunca nos livraremos da sujeira que tanto polui as esferas de poder do nosso país. Não é um trabalho fácil e rápido, mas não vejo outra solução plausível. Melhorar o que já existe de ruim? Não acredito! Mas podemos começar hoje para que futuras gerações gozem melhores tempos.

    Abração, meu amigo, e até muito breve.

  2. O povo brasileiro não tem vergonha na cara já reparou? Sempre quer levar vantagem em tudo. Seja furando fila, comprando cd pirata e mais aquelas dezenas de produtos falsificados. Não tem o hábito de pedir nota fiscal qdo compra um mercadoria, enfim.
    Tem horas q dá vergonha de ser brasileiro.
    Big Beijos

  3. Que vergonha de ter ficado com vergonha. Essa é a pior delas.
    ABÇão
    MarGGa

  4. Helena Nascimento disse:

    A vergonha não acabou não. Eu tenho vergonha dos políticos do meu país que não sabem quanto é o salário mínimo e nem o que significa FGTS. Que afirmam que a gripe suína começou na Europa. Eu tenho vergonha por eles, e depois de ver a reportagem no cqc que mostrava esses absurdos eu tive vergonha de ser brasileirapela primeira vez na vida.

  5. Maria Rios disse:

    Este texto, muito pertinente, aplica-se a Portugal.
    Os políticos quando confrontados com realidades – salários não pagos , pensões de 243 Euros (menos do que preço dos sapatos que usam) , respondem sorrindo. culpando a crise Mundial, blá,blá, blá.
    Quem está muito alto, não vê o que está cá em baixo.

  6. Larissa disse:

    Mas que mania de brasileiro em achar que a gente inventou a corrupcao e que isso so existe no nosso Pais.
    Ou voces acham que so no Brasil se compra produtos piratas? Aqui em Londres mesmo ja vi venda de dvds piratas em varios lugares.
    Ou voces acham que propina e exclusividade nossa?
    Esses problemas existem em varios paises e nao estao relacionados com o jeitinho brasileiro.

    Bom, tenho certeza que propina e pirataria existem no mundo todo, sempre ouvimos referencias à isso, mas tenho certeza que na maioria do mundo as coisas não são tão “desavergonhadas” como aqui, e é sobre isso que eu falo no post, não sobre exclusividades. Até porque, ao contrário de você, moro no Brasil e não estou muito preocupado com o andar da carruagem aí em Londres, estou mais preocupado com a falta de vergonha aqui no Brasil mesmo, entre o meu povo. Um abraço, Junior

  7. Larissa disse:

    Apesar de nao morar no Brasil no momento, tambem me preocupo com a corrupcao que corre solta no Pais.
    Ao afirmar que a corrupcao existe em todo lugar nao quis em momento algum torna-la inofensiva. Minha intencao e mostrar que esse problema e praticamente inerente ao ser humano. Portanto merece uma discussao muito mais ampla do que ficar falando que isso e coisa de brasileiro e tal.
    Enfim, espero ter me expressado melhor agora. Gosto muito do seu Blog e estou sempre seguindo suas atualizacoes no Twitter!
    Um abraco,
    Larissa

    Oi Larissa, compreendo o que quis dizer, e é verdade, o humano começou a se corromper faz muito tempo. Só que na maioria dos lugares a vergonha por fazer coisa errada ainda existe. Por aqui, a corrupção faz parte do dia a dia do cidadão comum e ele não se sente nem um pouco envergonhado ou culpado por isso. Mas se sente a vontade pra criticar a corrupção alheia, pra cobrar lisura de atos dos políticos. Hipocrisia. Um beijo, Junior

  8. Lula disse:

    Digo mais, amigão: Nós ensinamos a corrupção à nossos filhos dentro de nossa própria casa.

    Pais não dizem à seus filhos, sempre ‘ – se vc fizer aquilo que quero eu te dou aquilo que vc tanto quer?’

    Pois é!

    Quando os pais obrigarem os filhos a fazer o que é certo, sem oferecer ‘prêmios’ em troca teremos pessoas mais honestas. NO BRASIL E NO MUNDO.

    Abração amplo. geral e irrestrito noceis tudo aí.

  9. Lula disse:

    Ah! E dá um pulinho lá no meu pra matar saudades daquele chopp gelado.

  10. Carla disse:

    Júnior, concordo com você: sou mesmo sem vergonha! E confesso que, enquanto puder, vou baixar minhas músicas, livros, revistas e o que mais vir…
    Bjo.

  11. anunciação disse:

    Eu,como parte da população que tem vergonha,muita vergonha,felicito-o pelo post.Não,não abro mão de nada;não compro pirataria,etc e incrivel,meus candidatos que foram eleitos,não me decepcionaram até agora;um até foi cassado mas pq teima em enfrentar os donos da terra.Por baixo dos panos,nada.

  12. DO disse:

    Vc e o Cirilo estão cobertíssimos de razão,JUNIOR. Se a essencia do povo é esta,não podemos reclamar DE NADA. A politicalha é apenas reflexo.
    Parabens!

  13. Daniela Lima disse:

    Realmente, as pessoas não varrem o próprio quintal, e ainda reclamam dos políticos!!!

  14. Clau disse:

    PERFEITO!!!!!!!!!!!

  15. grace olsson disse:

    JUNIOR, FALE QUEM QUISER, mas nao uso nada que nao seja meu. Nao baixo musicas, software e até o photoshop que uso para tratar meus trabalhos fi comprado,. O Winzip tbm, o PSP idem, o photofiltre, idem.
    Sabe Junior, eu deixo de comprar uma roupa, o que quiser, economizo para poder ter as minhas coisas.
    E até as lentes que uso foram compradas numa loja,. Nao perco meu tempo com essas coisas de levar vantagem.Nao quero nada de ninguém.E APENAS O QUE É MEU. E QUE CONSEGUI COM MEU SUOR.
    O brasileiro leva mundo afora essa de levar vantagem. Meu marido, Junior , é consultor financeiro. Aqui na Suécia, os bancos só dao empréstimos depois de ouvir um Consultor Financeiro. Pois bem: ano passado, fomos procurados por um casal brasileiro que queria deixar o pais e antes retirar um empréstimo. Fraudulento. Ele, o casal queria o dinheiro para fazer a vida no Brasil e achava que meu marido iria dar oa val. Uma barbaridade.

    Isso ´e o que vemos por aqui,
    bjs e dias felzies dentro de parabéns bem louváveis.Admiro vc de montao, viu?

  16. Luma disse:

    Junior, sabe quando você sabe que tem um rato dentro da toca?
    Você sabe que ele está lá e tem a opção de esperar que ele saia para pegá-lo ou pode tapar o buraco e deixar que morra lá dentro. Assim penso que seja o comportamento de várias organizações; sabem onde está o erro, quem está errando, mas ficam na espreita. E o ratinho sempre vai achar que é esperto. Neste esquema é possível controlar o rato, não acha? Sabendo onde ele está e suas ações, pra que espantá-lo, enquanto ele puder ser controlado? Boa semana! Beijus

  17. Vanessa disse:

    Esse é o problema~, achar os pequenos delitos como vc citou normal…

    Eu me sinto um estranho no ninho tentando criar crianças com princípios decentes, numa sociedade que premia justamente ao contrário…

    bjsssssssss

  18. Dani disse:

    Oi!!! Aqui na Itàlia acontece igualzinho no Brasil (meu marido, que é italiano, diz que aqui é pior)… Enfim, também essa falta de vergonha na cara vai haver sempre onde existem seres humanos, em alguns lugares mais e em outros menos. E concordo plenamente quando vc diz que “a classe política de um país é reflexo de seu povo”, nada mais justo, nao?!

    Obs.: aqui na Itàlia clonam até produtos chineses e colocam a etiqueta “made in China” sendo que o clone foi feito em Nàpoles… rsrs E’ até engraçado!

    Oi Dani, seja bem vinda. Não acho que tudo isso seja privilégio só do brasil não, mas como disse para outro leitor, aqui a coisa passou da descaração. Por aqui já se pensa que fazer o errado é direito adquirido. rss Beijo, Junior

  19. Tina disse:

    Oi Junior!

    Concordo com você em genero, número e grau e gostaria de ver a luz no fim do túnel, mas está difícil.

    beijos querido e bom fim de semana,

    PS: Saudade!

  20. Luci Lacey disse:

    Junior

    O governo rouba descaradamente, e o povo vinga, sendo desonesto com seu semelhante.

    Acabam, todos sendo comparsas, farinha do mesmo saco e as criancas aprendendo com os dois lados, terrivel isto.

    Lamentavel.

    Beijinhos e boa semana.

  21. Reni Martins disse:

    Quem leu 1808, best-seller de Laurentino gomes, ou As Veias Abertas da América Latina, do escritor uruguaio Eduardo Galeano, sabe que a corrupção no Brasil é um caso bem antigo. Quando mudaram no século dezenove o governo dos Estados Unidos da Filadélfia para a atual capital, levaram junto cerca de 1.000 assessores e funcionários; quando a corte portuguesa mudou para o Rio de Janeiro, trouxe junto cerca de 15.000 puxa-sacos.

    Podemos ver a corrupção nos pequenos detalhes do dia-a-dia. Em todos os lugares; no trânsito, na fila do supermercado, nos relacionamentos e negócios de toda espécie, onde vemos que grande parte das pessoas pensa em tirar vantagem de alguma forma. Farinha pouca, meu pirão primeiro… Estas mesmas pessoas que ignoram as mais simples normas de convivência civilizada criticam constantemente os políticos, influenciadas que são pela grande mídia. Esquecem simplesmente que os políticos são o espelho da sociedade á qual pertencem!

    O curioso disto tudo é que todos se referem aos políticos como se fossem seres de outro planeta. Os políticos também fazem parte do povo, vêm do povo, e aposto que a corrupção deles não é muito diferente da corrupção de grande parte do povo. Durante o chamado “mensalão”, um grande instituto fez uma pesquisa em São Paulo e em Florianópolis para ver qual percentual do povo aceitaria propina para mudar votos, caso fossem parlamentares. Em Florianópolis, 34% aceitariam, em São Paulo 45%!

    É grande a renovação de nossos políticos, principalmente no legislativo. Afirmo que é inútil, pelo que escrevi acima. Temos é que começar a mudar a mentalidade do povo, através de grandes investimentos na educação, que deve ser nossa máxima prioridade, caso queiramos mudar nosso país.

  22. Flavia Sereia disse:

    Só te digo uma coisa, as vezes cansa quando queremos ser politicamente corretos e os outros ainda escarnecem disso. Só que depois esses mesmos se acham no direito de julgar alguém que faz algo igual a eles.

    bjs

  23. Lu Souza disse:

    Nestes momentos que sinto imensa vergonha de ser brasileira. Não gosto do jeitinho brasileiro, da malandragem não. Acho que isso nos desfavorece, porque querer ser “esperto” ? Há o que é certo, ético, decente e o que não é. Ponto!

    Junior, fiz o post sobre presentes e a Criadora! Dá uma conferida.
    Bjos
    Lu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: