Bacalhau ao forno da Regina

Eu falei do meu aniversário, mas não falei de um dos presentes que ganhei, uma bacalhoada feita por uma expert do assunto, a Regina, minha ex-sogra e eterna 3ª mãe pela ordem de chegada. A ideia era fazer um bacalhau rápido e sem firulas, bem ao jeito que se comia no dia a dia na casa da Regina, uma receita simples que eu sempre amei.

receita bacalhau ao forno


Era sexta de véspera de aniversário, a Regina e a Valéria estavam vindo de São Paulo no vôo das 17h, chegaram em Navegantes às 18h e nós as pegamos em Blumenau as 19h. Minha irmã e seu marido que haviam chegado um dia antes ficaram em casa.

As meninas trouxeram no avião 2,5 kg de que estava sendo demolhado há 2 dias. Em casa eu já tinha 2 kg de batatas pré cozidas, 1 kg de cebola cortada e 1 cabeça de alho por picar. Bastante azeite, umas 400 gramas de azeitonas pretas e uns 8 ovos cozidos. O cheiro verde, uma mão de salsinha e outra de cebolinha picadinhos vieram do meu canteiro de ervas. Sacou as proporções, né? Aí se for fazer menos ou mais você as acerta de acordo com seu gosto.

Quando chegamos em casa a bagunça começou, típica de uma turma que não se vê há anos. Isso ao mesmo tempo em que a Regina ia preparando nosso bacalhau.

Distribui taças de Merlot enquanto fiz alguma propaganda dos meus empadões mostrando como já era chegado numa cozinha há uns 15 anos atrás. De fato, eu comecei cozinhar bem cedo e com 11 anos de idade era responsável pelo arroz do almoço lá em casa.

receita bacalhau ao forno

Mas bacalhau é difícil de fazer? Sim e não. Obviamente há modos de preparo sofisticadíssimos, mas se você tem bons ingredientes, menos sempre é mais. Essa receita da Regina é mais ou menos assim.

Numa boa panela, misture azeite de oliva com óleo de canola na proporção de 3 para 1. Refogue o bacalhau, em lascas ou em postas ao seu gosto até ele pegar uma corzinha. É normal, é ótimo, e é delicioso quando ele começa a soltar liquido, delicie-se com o aroma e tome um gole de Merlot. Então junte a cebola, o alho e as azeitonas, sal e pimenta do reino moída na hora a gosto. Deixe cozinhar bem pouco mesmo para o bacalhau não desmanchar. Numa assadeira, refratário, panela de barro ou qualquer outra que possa ir ao forno e à mesa, regue o fundo com azeite, faça uma cama com as batatas pré cozinhas fatiadas e vá colocando o refogado até cobri-las, seja generoso com o cheiro verde. Seja mais generoso ao regar tudo isso com mais azeite de oliva e leve ao forno bem quente por uns 20 minutos. É isso.

receita bacalhau ao forno

Foi tudo meio assim, bagunçado. Pessoas especiais chegando, todo mundo falando ao mesmo tempo, a Regina sem saber onde encontrava as coisas na cozinha, a Bianca fotografando (para depois fazer presentes de natal), eu falando mais que todos juntos. Mas o resultado foi sensacional, como sempre. Obrigado Valéria e Regina, pelo empenho e pelo presente. Apesar de bacalhau em Indaial ser coisa rara, o maior presente foi a presença de vocês.

E qual o vinho ideial para acompanhar bacalhau?

O nosso foi um Merlot jovem. Se for optar por tintos o ideal são vinhos com pouco tanino como os elaborados com a Pinot Noir, um Merlot não deixa de ser uma opção. Brancos devem ter corpo e os Chardonnays cumprem bem o papel de acompanhar esse peixe especial.

Em Indaial (quase) não tem bacalhau

receita bacalhau ao forno

A Bianca e o pai dela nunca haviam sequer provado bacalhau, não faz parte da cultura aqui do Vale Europeu, como os secretários de turismo adoram chamar a região onde moro. Fora da Sexta Feita Santa é raríssimo encontrar bacalhau por aqui, e para não dizer que é impossível, às vezes encontramos essas bandejinhas com 100gr de um Saithe bem feinho, que apesar de ser mais apropriado aos bolinhos, poderei, talvez, usá-los num risoto, quem sabe.

Acabei de lembrar de outra coisa que não tem em Indaial, e essa ninguém jamais ouviu falar, são os tremoços. Isso aqui é coisa que ninguém sabe o que é.

Anúncios
Marcado com:
Publicado em receitas
5 comentários em “Bacalhau ao forno da Regina
  1. Bianca Elisa disse:

    Humm!! Valeu a pena esperar todo esse tempo para provar um verdadeiro bacalhau, preparado pela Regina, portuguesa que é a “coisa mais quirida”! Bacalhau chique, que “andou de avião” e tudo. Agora estou esperando pelas tortas.

  2. DO disse:

    Que delicia,hem!! Até salivei aqui,rsss

    Aproveito pra te convidar pra uma pequena comemoração hoje lá no RAMSES

    Abração!

  3. luma rosa disse:

    Adoro bacalhau e conheço pessoas que detestam, como pode? Mas penso que quem não gosta, não comeu o bacalhau bem feitinho! Faço um bacalhau no forno quase igual a este só com uma diferença, não douro antes de colocar na forma – Talvez este seja o pulo do gato da Regina – vou testar da próxima vez! 😉 Beijus,

  4. DO disse:

    Absolutamente delicioso. Aqui em casa o bacalhau tbem sera o prato principal.

    FELIZ NATAL !!

  5. luma disse:

    Feliz ano novo!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: